Para preservar rodovias, ruas, avenidas e manter os motoristas de caminhões em segurança, os veículos devem obedecer algumas regras estabelecidas por órgãos regulamentadores destas vias. Nesse contexto, surgem algumas abreviações que devem ser observadas por quem passa boa parte do dia nas estradas, como PBT e CMT. Mas você sabe o significado e a importância das duas siglas mais comuns do mundo rodoviário?

Basicamente, as duas siglas têm o objetivo de regularizar os veículos de carga, mensurando o peso e a capacidade de cada um. 

A partir da PBT e CMT, é possível que a transportadora e o motorista estejam cientes da legislação vigente, de acordo com os limites de cada veículo específico.

Se você se sente confuso ao se deparar com esses termos e suas definições, neste post explicaremos o que significam PBT e CMT.

O que é PBT?

Em linhas gerais, a sigla PBT tem o significado de Peso Bruto Total em um determinado veículo de carga. Ou seja, representa a capacidade máxima suportada por um veículo de transporte.

PBT e CMT
O CONTRAN, Conselho Nacional de Trânsito, é o órgão responsável por estabelecer a PBT e a CMT. Abaixo, a explicação do infográfico

O cálculo do número do Peso Bruto Total é feito através da soma do peso do veículo + peso da carroceria + peso da carga. Também podemos descrever o cálculo pela soma da tara (T)  e a lotação (L).

Sendo Tara, o peso do veículo sem sua carga, ou seja, vazio. Para termos o valor da tara, é feita a soma do peso da carroceria, chassis, motor e componentes mecânicos do veículo.

lotação tem como significado a carga útil máxima de transporte. Ela é expressa em quilogramas e inclui em seu cálculo não somente a parte da carga em si, mas também o condutor, ou seja, o motorista, bem como os passageiros transportados.

Além de mensurar o limite de peso de um veículo, O PBT representa o monitoramento do peso que está sendo transferido para o pavimento das rodovias, o que pode servir de dado para reformas de estradas e outros fins.

Agora que você já sabe o que é PBT, está pronto para saber mais sobre a CMT?

O que é CMT?

A CMT prescreve a Capacidade Máxima de Tração de um veículo de carga, ou seja, diz respeito ao limite de peso que cada veículo pode rebocar. O valor ainda é medido a partir dos aspectos materiais e mecânicos, a resistência da transmissão, potência, etc.

CMT
Basicamente, a CMT corresponde a quantidade máxima de carga que pode ser rebocada

Alguns especialistas acreditam que, na hora de adquirir um transporte de carga, é mais vantajoso estar atento ao valor da Capacidade Máxima de Tração que ao próprio motor, levando em consideração que esse dado não pode ser burlado, já que é previsto por lei e calculado pela própria montadora do veículo.

A sigla é uma das mais importantes no universo dos transportes, e pode ser encontrada tanto no documento do veículo, quanto na parte interna da porta do caminhão. Você também pode encontrar a sigla no Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV). 

Um ponto importante a respeito da CMT, é estar atento ao seu valor no momento de comprar um caminhão, já que isso irá interferir diretamente no seu desempenho de carga e, a partir disso, no custo benefício da compra.

Para que serve o PBT e CMT?

Como já foi dito acima, o Peso Bruto Total e a Capacidade Máxima de Tração são nomenclaturas que expressam a capacidade de carga de um veículo de transporte a partir de suas especificações técnicas e mecânicas.

Esses dados são mensurados e fiscalizados por órgãos responsáveis pela regulamentação de rodovias e transportes, a partir do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que é regularizado por órgãos como o Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN).

De maneira geral, essas siglas existem para evitar acidentes graves nas estradas.

Caso um veículo de transporte exceda os limites prescritos pela montadora e a fiscalização não cumpra seu papel, o excedente de carga pode desgastar os eixos do veículo, podendo causar acidentes sérios nas estradas.

Sendo assim, quem fiscaliza e determina o PBT e CMT?

Quem determina o PBT e CMT?

O órgão responsável por estabelecer as capacidades máximas de carga de um veículo é  o Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN), que determina os limites de carga para cada categoria de veículo específica.

Ainda assim, os próprios fabricantes do veículo precisam prescrever as limitações de seus produtos quanto a capacidade, como é o caso da Capacidade Máxima de Tração, que já citamos acima.

Em alguns casos, acontece um conflito entre os valores disponibilizados pelo fabricante e o tabelado pelo órgão federal.

Nessas situações, o que deve ser feito é considerar o menor valor, para evitar multas.

Qual a legislação para PBT e CMT?

Existem algumas legislações que o motorista precisa conhecer. Uma das medidas mais simples, e, ao mesmo tempo, muito importante para evitar distúrbios com a fiscalização, é estar com a inscrição do seu veículo visível e todas as documentações em dia.

Mas, ao falarmos de PBT e CMT, existem legislações específicas.

Por meio da Resolução Nº 290, de 29 de agosto de 2008, que tem como objetivo “(…) estabelecer requisitos para inscrição indicativa e obrigatória dos pesos e capacidades registrados”, destacamos o artigo 3º, que diz:

“Para efeito de fiscalização, independente do ano de fabricação do veículo, deve-se considerar como limite máximo de PBTC – Peso Bruto Total Combinado o valor vigente na Resolução CONTRAN nº 210/06, ou suas sucedâneas, respeitadas as combinações de veículos indicadas na Portaria nº 86/06, do DENATRAN, ou suas sucedâneas, desde que compatível com a CMT – Capacidade Máxima de Tração e o PBTC, conforme definidos nesta Resolução, declarados pelo fabricante ou importador mesmo que, por efeito de regulamentos anteriores, tenha sido declarado um valor de PBTC distinto”.

Conclusão

Ter conhecimento e compreensão dos conceitos acima é indispensável para conduzir veículos de carga de maneira regularizada.  

Essas informações são indispensáveis para auxiliar motoristas no momento da compra de um veículo de carga ou até quando surgirem dúvidas a respeito da mensuração do limite de seu veículo.

Pensando em comprar um caminhão? Veja todas as opções disponíveis no Superbid Marketplace!

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça seu comentário
Por favor entre com seu nome aqui