|

Estruturas metálicas em edifícios: entenda tudo

Embora a presença de concreto e da alvenaria na construção civil brasileira ainda seja predominante, estamos caminhando para mudar esse cenário. 

A busca por obras mais sustentáveis, como em alguns eventos esportivos que ocorreram em 2014 e 2016 no Brasil, por exemplo, acabaram impulsionando o uso de estruturas metálicas em obras de construção civil. Normalmente, esse tipo de estrutura é geralmente usada em projetos mais afinados. 

Alguns dados do CBCA (Centro Brasileiro da Construção em Aço) apontam que o uso da estrutura metálica chegou a 14% em 2010. O que foi considerado um grande avanço, visto que o segmento correspondia a apenas 5% de todas as construções realizadas no país há 10 anos.

No artigo a seguir, explicaremos tudo sobre o uso de estruturas metálicas na construção civil e suas vantagens. Confira!

Santander realiza super leilão de imóveis com descontos de até 60% e lances a partir de R$ 42 mil!

  

Como as estruturas metálicas funcionam e quais as vantagens?

A participação de estruturas metálicas em obras é bastante expressiva em empreendimentos que necessitam preencher grandes vãos, como obras de galpões industriais. No entanto, sua presença também tem sido forte em residências de alto padrão e edifícios de muitos andares.

Estruturas metálicas em edifícios: entenda tudo

A solução em aço como estrutura é a que melhor atende às condições de obras sustentáveis.

  • Leilões de imóveis em destaque, clique aqui e confira!

Obras com estrutura metálica reduzem o custo com consumo de energia, desperdícios em canteiros de obras e ainda conseguem uma grande flexibilidade de uso dos espaços internos da obra.

Além disso, atualmente esse é um material bastante usado na construção de pontos, caldeiras, torres de processo, shoppings, fingers para aeroportos, hangares e plataformas.

Construções como escolas de nível superior, prédios fabris e comerciais e hotéis mostram um alívio em até 30% em suas fundações, a partir da inclusão desse material na obra. Como consequência, vemos reduções nos custos e uma maior velocidade na construção.

O investimento em estruturas metálicas é alto?

Embora o custo seja 5% maior do que as estruturas de concreto armado, as estruturas metálicas oferecem maior produtividade, redução de despesas indiretas e diminuem em até 40% a utilização de mão-de-obra.

 

Além disso, existe a redução de desperdícios de materiais e maior agilidade na execução da obra, encorajando grandes empreiteiras a considerarem esse investimento. 

A estrutura metálica é considerada um material sustentável?

As estruturas metálicas são menos agressivas ao meio ambiente, o que as torna uma saída vantajosa e sustentável.

Estruturas metálicas em edifícios: entenda tudo

 

Além disso, o alto potencial de reciclagem do aço, matéria-prima dessas estruturas, resulta em um ótimo custo-benefício na hora da construção.

Uma construção é considerada sustentável quando os processos que ela realiza proporcionam um ambiente que:

  • Melhora a qualidade de vida e ofereça satisfação para seus consumidores;
  • Proporciona ambientes produtivos, socialmente aceitáveis, desejáveis, naturais e que maximize o uso eficiente dos recursos;
  • Tenha potencial para suprir as mudanças futuras dos usuários.

Obras no Brasil que contam com estruturas metálicas

Edifício Nações Unidas

Localizado em São Paulo, em um dos principais centros empresariais da cidade, o edifício Nações Unidas é um complexo empresarial composto por duas torres de andares livres. Uma delas conta com 13 pavimentos, enquanto a outra, com 10.

Estruturas metálicas em edifícios: entenda tudo

 

Ele é considerado um dos prédios mais modernos do país, em que foram aplicadas tecnologias construtivas modernas, que seguem o sistema Green Building. Esse sistema otimiza recursos energéticos e reduz impactos ambientais.

O prédio foi construído por pilares metálicos de montagem envoltos por concreto armado. Tudo isso para formar um pilar misto – de aço e concreto.

Edifício La Nación

O edifício La Nación localiza-se em Itu, na Avenida Tiradentes, uma das principais vias de acesso da cidade. O objetivo do projeto era proporcionar o máximo do aproveitamento construtivo, limitando à taxa de ocupação de 660 m² e taxa de construção de 2.700 m².

De acordo com o engenheiro da obra, Gilmar Giljot, o uso do aço proporcionou uma otimização de consumo dos materiais complementares como lajes, alvenarias e acabamento e completou os requisitos para que a construção fosse feita com estrutura metálica.

Além disso, outras obras brasileiras que levam estrutura metálica são:

  • Caesar Park Hotel;
  • Universidade Anhembi – Morumbi;
  • Hotel Ibis Maringá;
  • Hospital Unimed Regional Maringá.

Pelo que vimos, as estruturas metálicas tornaram a vida dos empreiteiros ainda mais tranquila e segura. Para conferir outras dicas em relação a construção civil e imóveis, clique aqui e confira tudo em nosso blog.

Posts Similares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *