Papel do leiloeiro em leilões judiciais

O papel do leiloeiro em leilões judiciais

As negociações do leilão, além de serem ótimas oportunidades de negócio para economizar e comprar um bem que, em alguns casos, estão seminovos, são também conhecidas pelo seu dinamismo, segurança e agilidade. Mas, para que isso seja possível, o papel do leiloeiro é essencial para manter tudo em ordem.

Neste conteúdo, vamos falar um pouco sobre o papel do leiloeiro nos leilões atualmente, mostrando a sua importância e explicando o porquê dele ser essencial nas negociações, sejam elas online ou presenciais.

Continue a leitura do conteúdo para saber mais sobre o assunto com a Superbid!

Entenda o papel do leiloeiro:

O papel do leiloeiro é a responsabilidade de mediar os eventos de leilão, sejam eles judiciais ou extrajudiciais, oferecendo os bens que serão colocados à venda e recebendo as ofertas dos interessados em adquiri-los. 

É ele quem faz a conhecida contagem regressiva para instigar os participantes e bate o martelo quando um imóvel de leilão judicial é arrematado, por exemplo.

Também é papel do leiloeiro buscar maiores informações a respeito do bem que será ofertado, a fim de atrair o maior número possível de interessados.

No entanto, sua atuação não se restringe ao momento das disputas. Também é papel do leiloeiro buscar maiores informações a respeito do bem que será ofertado, a fim de atrair o maior número possível de interessados.

Esses dados também ajudam na definição de estratégias que buscarão proporcionar bons negócios tanto para quem compra quanto para quem vende. Por isso, para que um leilão atinja bons resultados, esse profissional deve estar envolvido no negócio bem antes da hora dos lances de fato.

Um leiloeiro atuará nos dois tipos de leilões existentes, ou seja, leilões judiciais ou extrajudiciais, como mencionado logo abaixo: 

  • Judicial: Serve para garantir os direitos de quem foi lesado de alguma forma;
  • Extrajudicial: É o que garantirá que um contrato seja honrado caso um financiamento não seja quitado.

Papel do leiloeiro: remuneração

O leiloeiro é, então, um intermediador da compra e venda por meio de leilão. Por fazer isso, ele ganha uma comissão que, em diversos casos, varia entre 5 a 10% sobre o valor final do bem arrematado. 

Porém, há situações em que a comissão do leiloeiro é de 3%, ou seja, esse percentual pode mudar conforme cada negociação. É interessante enfatizar aqui que o leiloeiro só será remunerado quando o martelo for batido, isto é, quando a venda for realizada.

No entanto, se engana quem pensa que o profissional só entra em cena no dia do leilão. Antes disso acontecer, justamente para obter êxito em seu trabalho com a concretização do arremate, é ele quem irá organizar todos os trâmites para que o rito ocorra da forma mais clara e tranquila possível.

Responsabilidades do leiloeiro

Entendendo o papel do leiloeiro e sabendo que ele começa bem antes dos lances, é importante saber também o que acontece até o momento de realização do leilão. O leiloeiro é o responsável por organizar e conduzir o processo do começo ao fim, assumindo também as seguintes responsabilidades:

  1. Selecionar lotes e classificar os produtos a serem leiloados;
  2. Elaborar e divulgar o edital do leilão;
  3. Zelar pelos bens que serão leiloados – no caso de jóias, por exemplo, ou de outros bens móveis;
  4. Dominar todas as informações acerca do negócio que está conduzindo, bem como do produto leiloado;
  5. Conduzir o leilão pessoalmente, no dia e hora marcados, quando o mesmo for presencial;
  6. Angariar possíveis compradores e esclarecer eventuais dúvidas;
  7. Conseguir os melhores lances;
  8. Prestar contas do leilão.
or fim, cabe destacar que um leiloeiro pode ser muito bom no cumprimento de seu papel, mas um profissional incompetente pode gerar problemas, incluindo prejuízos, se não se sair bem em suas atribuições.

Por fim, cabe destacar que um leiloeiro pode ser muito bom no cumprimento de seu papel, mas um profissional incompetente pode gerar problemas, incluindo prejuízos, se não se sair bem em suas atribuições.

Veja as diferenças que existem em leilões judiciais e extrajudiciais!

De fato, o papel do leiloeiro é importante para manter o leilão em ordem. Uma prática que é reconhecida há anos no mercado e acaba trazendo lucros e servindo como uma ótima forma de investimento atualmente.

Pensando em investimento, que tal conferir os lotes de leilão de imóveis disponíveis no marketplace Superbid? Temos lotes em aberto em diversas regiões do país, onde é possível encontrar desde apartamentos até grandes chácaras.

Para mais conteúdos relacionados ao mundo dos leilões e como eles funcionam, clique aqui e acesse o nosso blog.

Plataformas elevatórias: Tudo o que você precisa saber
Plataformas elevatórias: Tudo o que você precisa saber
Checklist para utilização de plataformas elevatórias
Checklist para utilização de plataformas elevatórias

Posts Similares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.