Superbid explica:como funcionam os leilões judiciais

Superbid explica: como funcionam os leilões judiciais?

Muitas pessoas ainda tem dúvidas de como funcionam os leilões judiciais e diante disso, não entendem que essa pode ser uma das formas mais vantajosas de conseguir um bem, atualmente. A Superbid explica através deste conteúdo completo, como funcionam os leilões judiciais.

O intuito deste conteúdo é explicar, através de uma entrevista feita com um especialistas, como funciona o leilão judicial. Os detalhes envolvem as regras e vantagens desta modalidade e mostram como é importante conseguir ótimos resultados nos mais diversos leilões disponíveis.

Continue a leitura do conteúdo completo, para saber mais sobre os leilões judiciais.

Quais os tipos de leilões disponíveis?

Hoje em dia, os leilões mais comuns no mercado são os judiciais. Esse modelo é realizado pelo poder judiciário, seja ele pelo juiz de trabalho, juízo comum ou, até mesmo, pela justiça federal. 

Hoje em dia, os leilões mais comuns no mercado são os judiciais. Esse modelo é realizado pelo poder judiciário, seja ele pelo juiz de trabalho, juízo comum ou, até mesmo, pela justiça federal. 

Além disso, existem vários termos como varas cíveis, de execução fiscal, varas de família, de fazenda pública, de recuperação judicial, de falência, entre outras. Ou seja, apenas nesse início já dá para entender as possibilidades dos leilões.

Por mais que existam leilões de natureza alimentar, como na Justiça do Trabalho ou na Justiça Comum, nas varas de família, o que se tem é a função do inadimplemento de um devedor. De fato, a penhora de bens é necessária para a recomposição do patrimônio do credor em desfavor do devedor.

Além dos leilões judiciais, existem os leilões extrajudiciais. Esse modelo de leilão é mais comum em bancos e seguradoras, na alienação de ativos recebidos por conta de dívidas e recuperação de crédito. 

Cadastre-se no site

Outro modelo de leilão que existe no mercado é o de alienação fiduciária e os leilões públicos, que são os realizados por prefeituras e outros órgãos públicos.

É preciso de um especialista para participar dos leilões?

Qualquer pessoa pode participar de leilões e não é necessário nenhum tipo de pessoa que auxilie ou que faça a intermediação. A única coisa que é recomendada nos leilões é que seja feita a leitura completa do edital, onde estão dispostas todas as regras e informações necessárias.

O leilão é uma modalidade de venda para quem der o maior valor, por isso, não se aplica o Código de Defesa do Consumidor

É importante lembrar que, em um leilão, as pessoas fazem superação de lances de acordo com as melhores ofertas. Por conta disso, o código não pode ser aplicado, pois alguém está cobrindo o lance de outro e quem perdeu teve seu lance superado, ou seja, deixa de ter o preço ofertado.

Superbid explica que os leilões são irretratáveis e irrenunciáveis. Ou seja, ao participar de um leilão e ser o arrematante, você é obrigado a fazer o pagamento, e aquele que vendeu o lote tem a obrigação de entregar.

Superbid Explica: os itens vendidos em leilão são confiáveis?

Para participar de leilões é essencial primeiro, ter confiança e certeza do leiloeiro. Contudo, existem sites falsos, e por conta disso, é preciso estar atento em qual site você vai participar para não cair em golpes.

Superbid Explica: para participar de leilões é essencial primeiro a confiança e certeza do leiloeiro. Contudo, existem sites falsos de leilões e, por conta disso, é preciso estar atento em qual site você vai participar para não cair em golpes.

Assim, é importante não ir simplesmente depositando e realizando pagamentos a qualquer um que faça a venda. Procure saber da existência do bem, da credibilidade do leiloeiro e verifique sempre o edital do leilão, onde estarão as regras. Saiba onde será oportunizado e melhor ainda, realize a visitação dos bens que estão sendo ofertados, mesmo antes da sua compra.

Quando falamos em leilões judiciais, certifique-se que se trata efetivamente de um leilão judicial, no qual não há risco. 

Portanto você compra, deposita o valor em juízo e, caso o leilão seja anulado ou o bem tem qualquer vício que não foi informado no edital, o valor e a comissão do leiloeiro são devolvidos, sem nenhum ônus ao arrematante. Mas, como em qualquer compra, sempre verifique a existência do leilão, do bem e do leiloeiro.

Leilões são oportunidades de negócio?

Com certeza os leilões são uma grande oportunidade. Para quem compra, o preço praticado, ao menos em lance inicial, é bem abaixo do valor de mercado, o que torna tudo ainda mais interessante e, dependendo do bem, você consegue um ótimo valor em caso de revenda.

Cadastre-se no site

Ou seja, se os leilões não fossem boas oportunidades, as pessoas não comprariam os produtos nessa modalidade. Sendo que, nos leilões judiciais, os bens são ofertados muitas vezes a partir de 50% do valor. 

Já em leilões extrajudiciais, como Leilão de alienação fiduciária, muitas vezes o bem é vendido a partir do valor da dívida do devedor, que muitas vezes é bem inferior a 50%.

Superbid Explica: Como funciona a questão do pagamento?

Para conferir como funciona o pagamento dos lotes arrematados, leia o edital, pois é nele que se encontram todas as informações sobre o leilão, inclusive formas de pagamento.

Alguns possibilitam o pagamento em parcelas, como no caso de leilões da Caixa Econômica, que se firma um novo contrato de alienação fiduciária com a arrematante, que poderá utilizar, por exemplo, o Fundo de Garantia e até mesmo obter empréstimo junto a alguma instituição financeira.

Superbid Explica: para conferir como funciona o pagamento dos lotes arrematados, é bom que seja lido o editorial, pois como mencionamos acima, é nele que se encontram todas as informações sobre o leilão, inclusive formas de pagamento.

Por outro lado, os leilões judiciais normalmente permitem a arrematação em parcelas até mesmo sem verificação de cadastro. 

Na maioria dos casos, por exemplo, nos leilões de imóveis disponíveis no Superbid, existe a possibilidade de financiamento em até 420 meses e os débitos de condomínio e IPTU são quitados pelo banco até a data do leilão. 

De certa forma, isso traz mais garantias ao comprador, pois ele sabe que existe uma segurança de que ele adquire um bem com ótimo preço e com uma empresa de leilões confiável como a Superbid.

Cada leilão tem a sua funcionalidade, desde a quitação de dívidas trabalhistas até a quitação de débitos mais graves. Porém, ele segue sendo uma das melhores opções na atualidade, com ótimos preços e oportunidades por todo o país.

O marketplace Superbid é uma das maiores plataformas de leilão online que existe, estando há anos no mercado e mostrando que essa pode ser uma grande oportunidade de negócio. Clique aqui para saber mais sobre os leilões em nosso blog!

Plataformas elevatórias: Tudo o que você precisa saber
Plataformas elevatórias: Tudo o que você precisa saber
Checklist para utilização de plataformas elevatórias
Checklist para utilização de plataformas elevatórias

Posts Similares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.