A visão é bem simples: você está em casa lendo o blog do Superbid e quando menos espera, o seu computador é desligado. Chato, não é mesmo? A falta de energia é algo bem comum em qualquer localidade e por isso pode ser interessante adquirir um gerador de energia para a sua residência.

E muito além de problemas de potência, existem fatores meteorológicos, manutenções ou efeitos climáticos que podem ocasionar na interferência de estabilidade de energia.

É por isso que os geradores de energia são equipamentos tão importantes e muitos prédios ou estabelecimentos comerciais como hospitais, escritórios, lojas, fábricas e supermercados os adquirem.

Mas você também sabia que existem conjuntos habitacionais, prédios residenciais, condomínios e casas que também fazem um bom uso desse equipamento?

Para quem busca conforto todo o tempo e driblar possíveis imprevistos, adquirir um gerador de energia para sua residência é essencial. Mas você sabe quais são os modelos que você pode adquirir para o seu lar? E como eles funcionam, é igual aos geradores industriais?

Respondemos todas essas e outras perguntas neste artigo. Boa leitura!

O que é um gerador de energia?

De forma bem simples, o gerador de energia é um equipamento que capta energia gerada a partir de um processo de ação mecânica dentro do equipamento. Após essa captura, ele a transforma em energia que é repassada para a rede elétrica daquele ambiente.

Diagrama do funcionamento de um gerador tradicional
Diagrama do funcionamento de um gerador tradicional

Ou seja, o gerador não “gera” energia.

E sim, dá início a um movimento mecânico que produz cargas elétricas, transforma e repassa. O processo é bem parecido como o de uma bomba de água, por exemplo. Ele é capaz de gerar fluxo, mas não de produzir.

E, principalmente, ele é capaz de fornecer energia até mesmo em blecautes ou demais situações.

Por que comprar um gerador de energia para sua residência?

Ficar sem internet, luz, ou não poder utilizar seu chuveiro elétrico não é uma situação muito bacana quando você está em casa.

Imagine: você, após longas horas no trabalho, finalmente chega em casa e não pode tomar aquele banho refrescante ou ligar a TV para passar o tempo.

Desenho com a eletricidade vindo do poste elétrico para um casa
A energia que vem dos postes, geradores pelas concessionárias nem sempre estão 100% estáveis ou funcionais, o que podem resultar na falta de energia do seu lar

Muito além de situações corriqueiras como estas, você necessita de eletricidade. Para a sua praticidade, conforto e segurança.

Benefícios do uso de geradores para sua residência

Se você ainda não se convenceu sobre todas as vantagens de possuir um gerador para a sua residência, entenda melhor cada uma das vantagens a seguir:

Segurança no lar

O quadro de violência é alarmante no Brasil. Por isso, os prédios e casas estão cobertos de câmeras, cercas elétricas e portões eletrônicos.

Câmera de um dispositivo eletrônico na porta de uma casa
Em um blecaute, o dispositivo de segurança eletrônico do seu lar continuará funcionando

Os geradores vão contribuir para deixar todo esse circuito de segurança em total funcionamento, sem nenhuma interrupção.

Fornecimento de energia sempre

É muito desagradável ficar sem energia. Já enumeramos diversas situações desagradáveis que são resultado dessa situação. Afinal de contas, a maioria das nossas atividades necessitam de energia elétrica.

Contudo, as concessionárias de energia podem sofrer quedas resultando em inúmeros lares sem energia. Isso até que os problemas sejam resolvidos.

E ninguém aqui vive no século 18, precisando encher a sua residência de velas e candelabros.

Ao se possuir um gerador, você estará para sempre coberto de energia. E não dependerá mais de terceiros para a alimentação dos aparelhos elétricos da sua casa, bem como lâmpadas e demais aparatos para iluminação.

Fique sem prejuízos em quedas de energia

Outro problema resultante da falta de energia pode parecer muito simplório, mas não é. Muitos alimentos refrigeradores podem se estragar com a falta da temperatura necessária para se manterem.

Os geradores não deixam de fornecer energia a geladeiras, freezers, coolers e demais aparelhos que mantem alimentos, impedindo assim que seus mantimentos se estraguem.

Como escolher um gerador para sua residência?

Na hora de escolher um gerador, existem muitas questões a se debater. Confira:

Tipo

Entre os modelos disponíveis no mercado, os mais comuns são geradores que funcionam a gasolina ou a diesel.

Para a sua residência, o tipo mais recomendado é o de gasolina, pois Fazem menos barulho e são mais práticos.

No entanto, esse tipo de gerador consome muito mais combustível e o preço da gasolina não é tão acessível quanto outros.

Mas, considerando que a sua residência não necessite ficar totalmente ligada 24 horas por dia, esse modelo é o mais indicado.

Existem 3 grupos distintos para a sua escolha:

Grupo Gerador 7,5 kVA

Cuja tensão nominal varia de 110 V a 220 V, pesam por volta de 81 kg, têm a capacidade de até 25 litros e possuem fechamento monofásico.

Grupo Gerador 12 kVA

Cuja tensão nominal varia de 110 V a 220 V, pesam por volta de 125 kg, têm a capacidade de até 30 litros e possuem fechamento monofásico.

Grupo Gerador 14 kVA

Cuja tensão nominal varia de 110 V a 220 V, pesam por volta de 151 kg, têm a capacidade de até 24 litros e possuem fechamento monofásico.

Potência

Outro passo fundamental é escolher um modelo que consiga abarcar toda a energia necessária para manter o funcionamento de todos os eletrônicos e demais dispositivos do seu lar. Como fazer isso?

  1. Faça uma lista de todos os aparelhos que vão ficar ligados ao gerador: geladeiras, lâmpadas, televisões, câmeras de segurança, cercas elétricas e demais.
  2. Em seguida, some a potência de cada um desses aparelhos em watts (W).
  3. Para saber qual o valor dos kVa necessários para o seu gerador de energia, faça o seguinte cálculo: Some as potências em watts de todos esses equipamentos, divida o total por 1000 e descubra qual o valor dos kVas necessários para que o seu gerador rode normalmente. Essas informações constam nos manuais de fábricas, sites dos fabricantes ou nos próprios utensílios.

Exemplo

Se somando das potências de todos os aparelhos você encontra o total de 8000 W, divida o valor por 1000. O resultado será 8kVa. Então, você ficará ciente que para o seu lar será necessário adquirir um gerador com, no mínimo, 8kVa.

kVa (Kilovoltampere) é a unidade de medida para indicar a potência de um gerador.

Reguladores de tensão

Já vimos que no mercado são encontrados geradores com voltagens de 110 V e 220 V. Os reguladores de tensão ajudam a movimentar a energia do gerador até os seus eletrônicos, sem comprometer na funcionalidade de cada um.

Para geradores, os reguladores mais comuns são:

  • Regulador Automático de Voltagem: conhecido como AVR, ele é fundamental para equipamentos modernos e sensíveis, que não aguentam os tipos de voltagem provenientes dos geradores, como smart tvs, computadores e afins.
  • Capacitor: Apropriada para equipamentos mais comuns e duráveis, como lâmpadas.

Conclusão

Como você viu, hoje em dia é praticamente impossível viver sem energia, especialmente no conforto de sua residência.

Por isso, ficar a mercê das concessionárias não é o ideal sob hipótese alguma.

Adquira um gerador para sua residência e livre-se de qualquer dor de cabeça com as operadoras de energia elétrica.

Confira oportunidades de geradores residenciais aqui no Superbid.

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça seu comentário
Por favor entre com seu nome aqui