você pode fazer parcerias para ajudar a vender seu estoque mais rápido

10 dicas para movimentar o estoque parado e não perder os produtos

Um dos maiores pesadelos de todo empreendedor é ter um estoque parado. Afinal, quanto mais mercadorias ficam paradas dentro do estoque, menor é o giro de capital dentro da empresa e maior as chances de prejuízo, especialmente se os produtos forem sazonais ou perecíveis. Mas movimentar o estoque parado requer, além de cuidado, uma boa estratégia para alavancar as vendas.

O estoque parado pode  acontecer por diversos motivos, como falta de planejamento, aquisição de uma quantidade exagerada de produtos ou até mesmo falta de interesse do público ligado à crise econômica. Porém, existem algumas técnicas que podem lhe auxiliar a evitar que seus produtos fiquem muito tempo sem saída.

Cadastre-se no site

Pensando nisso, separamos um post com 10 dicas essenciais para a movimentação do seu estoque parado. Confira logo abaixo!

10 dicas para movimentar o estoque parado

1. Faça uma análise do seu estoque

O primeiro passo e um dos mais importantes é fazer uma análise minuciosa do seu estoque, avaliando quais os produtos que estão sem saída há muito tempo, qual a quantidade de cada item, a data de vencimento – quando houver -, e por quanto tempo ele está parado dentro do seu estoque. Essa etapa é essencial para determinar a urgência de venda de cada um deles. 

o primeiro passo é fazer uma análise do seu estoque parado
O primeiro passo é fazer uma análise do seu estoque parado

Empresas que trabalham com produtos perecíveis, por exemplo, podem notar que alguns itens do estoque parado estão próximos do vencimento, o que os torna produtos de venda urgente e que devem ser trabalhados inicialmente para saírem do estoque o mais rápido possível, evitando possíveis prejuízos por perdas.

2. Movimentar estoque parado: planeje as ações

Depois de ver todos os itens parados no estoque e verificar a urgência de venda de cada um deles, é hora de fazer um planejamento de quais serão os próximos passos da empresa. Nesta etapa, você fará um levantamento de quais os produtos que podem ter os preços reduzidos para oferecer descontos, a fim de atrair novos clientes.

Também é nessa etapa que a empresa determina quais serão as estratégias de venda para cada um dos produtos.

Em alguns casos, é válido optar até mesmo pela queima de estoque para ajudar a diminuir o máximo possível dos produtos que estão parados.

É importante salientar, porém, que esse passo deve ser feito com calma para evitar que suas ações sejam planejadas sem estratégia. Movimentar o estoque parado também requer um bom planejamento para garantir o sucesso das vendas.

3. Avalie o interesse do cliente

Faça uma análise de quais são os interesses e necessidades do seu cliente, e tenha em mente que para vender o estoque parado com mais facilidade, é essencial que seu produto seja relevante para os compradores e seja acessível.

Em muitos casos, os produtos ficam parados não por falta de interesse do público, mas especialmente por falta de oportunidade de vendas. Ou seja, o preço praticado pode ser muito elevado e a percepção de valor, muito baixa.

Para que seja mais fácil entender como você pode aproveitar as oportunidade e interesses do público,  imagine o seguinte cenário: você tem uma loja de vinhos e seu estoque está cheio de vinhos e espumantes importados.

Você pode aproveitar o início do inverno, quando as pessoas estão mais propensas a ingerir bebidas quentes como os vinhos e fazer uma grande promoção de produtos que estão no estoque. Outra dica é usar até mesmo datas comemorativas como dia das mães, dia dos pais, dia dos namorados e etc para oferecer seus produtos com preços mais atrativos.

movimentar o estoque parado: é importante que além de oferecer descontos, você também faça uma análise do interesse dos seus clientes
É importante que além de oferecer descontos, você também faça uma análise do interesse dos seus clientes

Tenha sempre em mente, por último, que a margem de lucro de alguns produtos talvez estejam altas demais em comparação ao interesse e percepção de valor do público, e é importante que seu preço esteja alinhado com seus clientes – é claro, desde que ele seja lucrativo para a empresa.

4. Aposte nos combos e promoções

Faça uma análise dos produtos que tem mais saída em sua empresa e monte combos junto com o estoque parado. Por exemplo, se na sua loja de vinhos você comercializa espumantes com mais facilidade e seus vinhos tintos ficam parados em estoque, crie combos de espumantes e vinhos para que seu cliente tenha interesse em conhecer novos produtos.

Outra dica é oferecer ofertas dos itens que estão parados no seu estoque em alguns dias pré-estabelecidos. Por exemplo, todas as sextas-feiras sua empresa fará uma promoção de vinho em dobro: duas garrafas de vinho pelo preço de uma.

Lembre-se que nesses casos você deve combinar produtos de margem média com produtos de margem alta,  tendo em mente que não vale a pena colocar margens muito pequenas – especialmente se seu estoque já estiver parado há muito tempo.

Cadastre-se no site

5. Use as redes sociais a seu favor

As redes sociais podem ser uma excelente vitrine para o seu produto, especialmente o Instagram.

Hoje, muitas empresas efetuam grande parte das suas vendas por meio da rede social, que é voltada especialmente para fotos e vídeos e pode ser usada como uma vitrine virtual para atrair ainda mais clientes.

Pensando nisso, dê uma olhada nas redes de empresas do mesmo segmento em que sua empresa atua e analise a concorrência. E então crie estratégias de divulgação do seu produto, faça fotos atrativas e vídeos chamativos e use as hashtags a seu favor.

Essa é uma das melhores estratégias para divulgar seu produto sem ter que pagar por anúncios. Lembre-se, porém, de usar as redes sociais com sabedoria e aplicar estratégias em todas as postagens que você fizer: post stories dos bastidores da sua loja, faça vídeos mostrando como usar seu produto, poste o feedback de clientes que já compararam com você e etc.

6. Ofereça frete grátis quando possível

Um dos maiores atrativos para os clientes é o frete grátis, já que em alguns casos, um dos principais motivos de desistência de itens do carrinho é o valor elevado do frete.

Quando for possível, estabeleça um valor mínimo de compra para que o cliente tenha frete grátis – o que aumenta o ticket médio -, e ofereça a opção de retirada, já que isso pode ser vantajoso tanto para a logística da empresa, como para o próprio consumidor.

Vale ressaltar que para oferecer frete grátis para seus clientes, você deve fazer o cálculo e avaliar se sua margem de lucro não ficará muito baixa usando essa estratégia, já que ao oferecer frete grátis a sua empresa terá que arcar com todo o valor do transporte.

7. Venda online

Você já pensou em vender seus produtos online? Além de ter seu próprio site, você ainda pode apostar nas diversas opções de marketplace para ajudar a movimentar o estoque parado, já que esses sites já recebem visitantes todos os dias, o que diminuirá seus esforços para conseguir acesso em sua loja online.

vender online pode ser uma ótima forma de movimentar o estoque parado
Vender online pode ser uma ótima forma de movimentar o estoque parado

Leia também Como vender rápido o estoque da sua empresa no Superbid Marketplace

Oferecendo boas ofertas dentro desses sites, fica mais fácil atrair o público que já conhece o marketplace, sendo uma excelente maneira de atrair novos clientes que não conheciam a sua loja.

8. Ofereça outras formas de pagamento

Hoje, quase todos os pagamentos são feitos online por meio dos cartões de crédito e boleto. Porém, o uso do pix como forma de pagamento tem crescido cada vez mais, sendo benéfico tanto para a empresa, que recebe o valor na hora, como para o cliente, que já tem o pagamento confirmado mais rapidamente.

Uma boa forma de atrair novos clientes é oferecer diversas opções diferentes como forma de pagamento: além de pix e cartões de crédito, você ainda pode oferecer pagamento por:

  • boleto;
  • cartões de débito;
  • possibilidade de usar 2 cartões diferentes;
  • transferência bancária.

9. Converse com seus fornecedores

Alguns fornecedores aceitam algumas mercadorias de volta pela troca de outros produtos. Por exemplo, você troca uma marca de vinho X por um espumante Y.

No entanto, mesmo que alguns fornecedores possam estar mais abertos à negociação, existem muitos deles que não trocam a mercadoria depois de comprada, especialmente de produtos perecíveis.

Caso não seja possível fazer a troca, basta seguir as nossas dicas para ajudar a movimentar o estoque parado, o que também será uma boa forma de aumentar o faturamento da sua empresa e atrair novos clientes.

Cadastre-se no site

10. Faça uma análise do estoque periodicamente

Quanto mais tempo seus produtos ficarem parados no estoque, mais difícil será para conseguir vendê-los. Pensando nisso, faça uma análise do seu estoque de tempos em tempos e veja quais produtos estão sem saída há mais de 2 meses.

Caso note que há uma grande quantidade de estoque parado, não hesite em fazer promoções e uma campanha de divulgação nas suas redes sociais.

Outra dica é verificar como será a venda dos produtos que estão parados no estoque: caso note que com ajustes no preço esses itens começaram a ter uma maior saída , pode ser uma boa estratégia manter esses produtos na empresa.

Porém, caso note que mesmo com divulgação e ajuste nos preços você teve dificuldade em vender certos itens, pode ser necessário removê-los da sua empresa depois de zerar o estoque.

cheque seu estoque de tempos em tempos para evitar que esse problema se repita
Cheque seu estoque de tempos em tempos para evitar que esse problema se repita

Agora que você viu nossas dicas para movimentar o estoque parado, aplique todas elas em sua empresa para aumentar as vendas e evitar o prejuízo por perda de produtos. Lembre-se que os produtos perecíveis devem receber uma atenção a mais, especialmente se estiverem próximos da data de validade.

Veja todas as possibilidades e vantagens de vender no Marketplace da Superbid e movimentar seu estoque parado. Acesse a página de Vendas e confira todas as informações.

Para mais conteúdos voltados a dicas para reduzir o seu estoque e causar menos danos ao caixa da sua empresa, clique aqui e acesse o blog Superbid!

Plataformas elevatórias: Tudo o que você precisa saber
Plataformas elevatórias: Tudo o que você precisa saber
Checklist para utilização de plataformas elevatórias
Checklist para utilização de plataformas elevatórias

Posts Similares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.