esse limite é uma segurança que o banco possui de que o indivíduo consegue arcar com as parcelas ainda em vida

Como declarar imóvel financiado no imposto de renda? Passo a passo fácil e simples

No começo de todos os anos, os indivíduos que possuem uma renda superior a aproximadamente R$28 mil anuais, precisam fazer a declaração do imposto de renda baseando-se em todos os seus ganhos referentes ao ano anterior. Dentro dessa declaração entram também os bens imóveis adquiridos ou mantidos, dependendo do valor total. Mas você sabe como declarar um imóvel financiado no imposto de renda?

Um dos grande problemas de não saber como declarar o imposto de renda corretamente é acabar caindo na malha fina, o que gera um grande problema com a Receita Federal e em alguns casos, algumas multas, aumentando ainda mais o valor do imposto que deve ser pago na hora da declaração.

Para evitar que isso aconteça, separamos um post completo ensinando como declarar um imóvel financiado no imposto de renda. Confira a seguir!

Quando eu devo declarar meu imóvel financiado?

De acordo com a lei, todos os imóveis acima de R$300 mil devem ser declarados no imposto de renda anualmente.

todo imóvel acima de 300 mil deve ser declarado no imposto de renda
todo imóvel acima de 300 mil deve ser declarado no imposto de renda

Junto, você ainda deve declarar todas as valorizações, o que contabiliza como um ganho de capital pelo Fisco, e é necessário pagar uma alíquota de 15% sobre o valor de venda.

Como declarar imóvel financiado no imposto de renda?

Passo 1 – entendendo o formulário

Quando vamos declarar um imóvel no imposto de renda, é necessário ir até a aba “Bens e Direitos” do formulário. Em casos de bens imóveis apartamentos, é necessário usar o código 11, para casas, o código 12 e para terrenos, o código 13.

No campo “Discrimianção”, você deverá detalhar as informações como forma de pagamento, quanto usou do seu FGTS, valor pago na entrada e quanto foi o valor financiado.

Passo 2 – Informando sobre o financiamento

O financiamento de imóvel não deve entrar na declaração como uma dívida, o que significa que você não deve colocar o valor total do financiamento.

Afinal, você nunca saberá o valor que você vai pagar no imóvel em si, tendo em vista que você pode amortizar o financiamento antes da data prevista e acabar pagando menos, influenciando no valor final por ter menos juros, ou acabar sofrendo pequenos ajustes da parcela ao longo dos anos.

Se você comprou um imóvel de R$250 mil, por exemplo, e deu R$40 mil de entrada, usou R$10 mil do FGTS para abater parte do valor, e junto ainda pagou 4 prestações de R$1.300, o valor informado no campo “Situação em 31/12/2021” deve ser R$53.900, que é a soma de tudo que foi pago no ano anterior.

No próximo ano, quando você for fazer a declaração, vamos supor que você pagou mais 12 parcelas de R$1.300, será necessário declarar o valor de R$69.500, referente a todo o valor que já foi pago.

Esse processo deverá se repetir anualmente, até que todo o financiamento seja quitado.

Isso significa que você não deve declarar todo o valor do imóvel que está sendo financiado, e sim o valor de quitação das parcelas e entradas em um somatório.

Como declarar o uso do FGTS no financiamento?

Se você usou o FGTS para amortizar o financiamento em alguma etapa, você deverá informar o saque feito no fundo de garantia na hora da declaração do imposto de renda.

Esses valores deverão ser declarados para comprovar a origem do dinheiro, a fim de evitar que você caia na malha fina, especialmente em casos de quantias muito elevadas. Afinal, você deverá prestar contas de todo o dinheiro que movimenta.

Para informar o FGTS, você deve ir na aba “Rendimentos Isentos e Não tributáveis” e localizar a aba “Novo”. Em seguida, escolha “Tipo do Rendimento” com código 4, que é o código referente ao FGTS e rescisão de contrato de trabalho).

caso você tenha usado o FGTS para auxiliar no financiamento, também deverá especializar essa quantia no imposto de renda
caso você tenha usado o FGTS para auxiliar no financiamento, também deverá especializar essa quantia no imposto de renda

Feito isso, você deve escolher o beneficiário, que pode ser você ou algum dos seus dependentes. Informe qual o CNPJ e nome da fonte pagadora do fundo de garantia, que no caso do FGTS é a Caixa Econômica Federal. Por fim, basta informar o valor total do saque e concluir o preenchimento da ficha.

Nos anos seguintes, você poderá usar o FGTS para auxiliar na amortização das parcelas do financiamento, respeitando as regras do uso do fundo de garantia imposta pela Caixa.

Leia também Como liberar o FGTS para compra de imóvel e quais as regras para usar o fundo de garantia?

Se for o seu caso, não se esqueça de somar a quantia usada no período para declarar no Imposto de Renda e evitar cair na malha fina da Receita Federal.

Como declaro venda de imóveis financiados?

Caso você pague pelo bem durante 3 anos e então decida vender o imóvel e repassar a dívida, você deverá informar o quanto já tinha pago e também o preço de venda, a fim de especificar todo o dinheiro movimentado.

Por exemplo, se durante Janeiro e Agosto você pagou R$10 mil do financiamento, e nos anos anteriores já tinha quitado R$50 mil, deverá declarar o valor de R$60 mil como somatório pago e em seguida o valor de venda na hora do repasse da dívida.

Por que eu preciso declarar imposto de renda?

O imposto de renda serve para evitar que as pessoas façam lavagem de dinheiro, e tem como intuito informar à Receita Federal de onde vem o dinheiro movimentado para comprar determinados bens.

Isso porque tudo que a pessoa gasta precisa ter um lastro financeiro e condizer com o orçamento anual recebido, assim a Receita sabe de onde vem o dinheiro gasto e conforma se a pessoa tinha como pagar por aquilo que comprou.

Agora que você viu como declarar imóvel financiado no imposto de renda, peça ajuda de um profissional contábil caso você tenha dificuldades de fazer sua declaração. Assim você evita problemas com o Fisco e não cai na malha fina, um problema que pode trazer muita dor de cabeça e prejuízos financeiros.

Pensando em financiar sua casa própria? Veja os imóveis de leilão que estão disponíveis no marketplace Superbid. A sua casa nova pode estar mais próxima do que você imagina!

Além disso, para saber mais sobre os assuntos burocráticos de um imóvel, clique aqui e acesse nosso blog. Nele você confere dicas, notícias e oportunidades em primeira mão dos leilões disponíveis no Superbid Marketplace!

Meio ambiente – Bota pra Circular
Meio ambiente – Bota pra Circular
Teste Psicotécnico: tudo o que você precisa saber
Teste Psicotécnico: tudo o que você precisa saber

Posts Similares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.