“Dou-lhe uma, dou-lhe duas e dou-lhe três. Vendido!” Quem está por dentro do mercado de leilões com certeza já deve ter ouvido essa frase antes. 

O mercado de leilões brasileiro está sempre fervendo de oportunidades para quem deseja adquirir motos, carros, casas e outros itens a um preço bem mais em conta.

Principalmente no momento de crise que o Brasil atravessa, o segmento representa uma ótima oferta para comprar o produto ideal.

Pode não parecer, mas os leilões também permitem uma oportunidade de mudança profissional: existem histórias e histórias de pessoas que viram na compra e revenda de carros uma chance de abrirem o seu próprio negócio. Também existem aqueles que recorrem aos carros de leilão para começar a trabalhar como motoristas de aplicativos.

As possibilidades são infinitas! Neste texto, você vai ver como o mercado de leilões funciona no Brasil e quais são as oportunidades e desafios para quem quer mudar de vida profissional por conta dos leilões.

Como funciona o mercado de leilões de carros?

O mercado de leilões, especialmente o de carros, está sempre muito aquecido com oportunidades e ofertas únicas. 

Leilões de carros
Com a taxa Selic indicando a sua posição mais baixa na história e o mercado financeiro em alta volatilidade, adquirir bens em leilões durante a pandemia tem sido uma bela oportunidade para muitos brasileiros.

Geralmente, os leilões de carros possuem um funcionamento bem simples: antes de tudo, o órgão responsável por aquele leilão lança um edital com todas as informações necessárias para a aquisição de bens daquele setor. Dentro do edital, os interessados encontraram informações como a forma de pagamento, as regras do evento ou o processo completo para participar dos arremates. 

Os editais ficam on-line. Lá, os interessados poderão conhecer os lotes fornecidos pela entidade responsável pelo leilão. É preciso que você observe cada anúncio a fim de encontrar o lote ideal para as suas necessidades. 

Agora sim, os interessados poderão entrar na disputa do dou-lhe uma, dou-lhe duas e dou-lhe três! Na hora de entrar para dar um lance, o candidato oferece um valor para o bem disputado – este valor deve ser superior ao lance mínimo (preço de entrada). 

mercado de leilões
Apesar de a prática de leilão ser antiga, o mercado se modernizou: hoje em dia, a maioria dos leiloeiros oferece opções presenciais, on-line e mistas (meio presencial e meio on-line).

Caso mais participantes se interessem por aquele mesmo lote ou objeto, eles vão entrar na disputa oferecendo um valor maior para o desafio. No final, vence aquele que oferecer o maior lance. Agora, se você entrou em uma disputa e venceu, fique ciente que não é mais possível desistir da aquisição.

Se você não efetuar o pagamento ou a compra não se concretizar, o lote volta para um novo leilão e o seu cadastro no site da empresa é bloqueado como forma de “advertência”. Afinal de contas, você tirou a oportunidade inicial de um comprador interessado. 

Mercado de leilões: os editais

O edital de um leilão é o documento mais importante que há para entender as regras e funcionamento do mesmo. Nele estão contidas as principais informações que os participantes devem atentar para participarem do evento. 

martelo de leilão
Existem os leilões privados, públicos, judiciais e extrajudiciais. Cada uma das modalidades oferece lotes de itens de veículos, imóveis, eletrônicos e outros.

É imprescindível a sua leitura para entender todos os pormenores e detalhes. Atenção: a não leitura do documento pode culminar em penalidades ou prejuízos para o participante que desrespeitar as suas regras, por isso, leia o edital para entender melhor!  

Regras de participação

Essas são algumas das principais informações que constam em um edital de leilão, seja ele on-line, presencial ou misto. O documento ajuda a esclarecer sobre os seguintes pontos: 

  • Quem pode participar do leilão;
  • Quais são os documentos necessários para participar;
  • Quais tipos de lances podem ser aceitos presencialmente, on-line ou de forma mista; 
  • Data em que o leilão é encerrado; 
  • Formas de pagamento do lote arrematado por um participante;
  • Dados do leiloeiro;
  • Entre outros. 

Informações do leiloeiro 

Analisar as informações do leiloeiro é fundamental para entender as suas credenciais e dar aos participantes mais confiança para dar lances. Também no edital, você encontrará informações essenciais do leiloeiro, tais quais: 

  • Homologações do leiloeiro na justiça;
  • Tempo de atividade do leiloeiro no setor;
  • Certificados e garantias atribuídas ao leiloeiro;
  • Dados do organizador;
  • Entre outros.

Detalhes dos lotes

Você não pagaria por algo que não sabe o que é, não é mesmo? Por isso, o edital esclarece todas as informações sobre os bens em questão, tais quais: 

  • As possíveis necessidades de reparos do item a ser adquirido;
  • Eventuais dívidas e outras despesas daquele item;
  • Processos para a retirada do bem;
  • O motivo da alienação judicial do bem;
  • Valor estimado de mercado daquele item;
  • Entre outros.

Como participar de um leilão de carros?

Chegou a hora de começar a pensar nos seus lances. Para participar de um leilão, é muito simples: primeiramente, faça o seu cadastro em algum site que organiza pregões de automóveis com muita frequência. Assim que houver algum lote disponível, você será prontamente notificado. 

 

Mercado de leilões: Por que carros vão a leilão?

Existem diversos motivos pelos quais carros podem ir a leilão. A principal razão é a inadimplência de financiamentos.

Geralmente, pessoas financiam um veículo por ser um bem de aquisição relativamente caro, exigindo mais tempo para a compra. Quem financia e não paga o valor, infelizmente, terá que se despedir do seu veículo. Instituições financeiras responsáveis por aquele financiamento, o apreendem e mandam o bem para o pregão. 

leilão do santander de bmw
Recentemente, o banco Santander anunciou um leilão de um carro da montadora BMW com lance inicial de R$ 35 mil.

Outra razão comum para encontrar um modelo de carro em um leilão são fatores externos de uma concessionária. Por exemplo, vamos supor que haja um alagamento em uma concessionária. Decerto, a empresa não disponibilizará nenhum dos modelos atingidos para venda direta aos consumidores.

Nesse caso, é possível que a empresa direcione alguns dos modelos para leilão, estes que podem ser promovidos até pela própria companhia. 

Também existem leilões de renovação de frota ou desativação de empresas. Esta modalidade, conhecida como leilão extrajudicial, é uma ótima oportunidade para quem busca, por exemplo, carros de montadoras com garantia de fábrica e com histórico de diretoria.

Comprar carro de leilão é confiável?

O leilão de carros é uma prática muito comum e extremamente confiável, por isso, é imenso o número de companhias que fazem esse trabalho. Para evitar cair em golpes, no entanto, você deve ficar atento ao local que você escolhe participar. Procure conhecer bem a empresa responsável pelo determinado serviço, seja na internet ou por algum conhecido. 

leilão de carros
Seja para pessoas jurídicas ou físicas, o leilão on-line traz ótimas oportunidades de negócio pela praticidade em participar e variedade de lotes disponíveis.

Participar de leilões realizados por empresas pouco conhecidas do meio pode ser um risco para você: imagina adquirir um carro por meio de uma oferta “fantástica” e passar a ter um mar de prejuízos com a sua compra? Isso não será bom para nenhum dos lados envolvidos!

Quais são as vantagens do leilão de carro?

A principal vantagem do mercado de leilões é o preço dos lotes, não há nenhuma dúvida quanto a isso. Geralmente, o valor costuma chegar até metade do preço para a aquisição de um carro novo ou seminovo, estabelecido pela Tabela FIPE (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas). 

O principal atrativo dos leilões de carros é a possibilidade adquirir um veículo com um valor que pode custar entre 30 a 60% a menos da Tabela FIPE

Outra grande vantagem é que, quem opta por um veículo de leilão, prevê que o custo utilizado na compra já inclui pagamento de diversos tributos ou pendências como, por exemplo, o IPVA (Imposto sobre a propriedade de veículos automotores), de acordo com o artigo de número 28 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). 

Assim que adquirir o veículo, o único gasto será com a documentação. 

Como saber que o carro de leilão é confiável?

O mais indicado nesse caso é contar com a ajuda de alguma consultoria, seja de instituição ou um especialista (pode ser um mecânico ou um profissional do setor de automóveis). Dessa forma, você consegue se precaver. 

Se, por acaso, o leilão esteja sendo realizado por seguradoras, locadoras, montadoras ou até em sites especializados em leilões, é possível que o comprador do carro de leilão precise assumir os débitos de documentações ou reparos do veículos.

Mudando de profissão com os carros de leilão: conheça a história de dois irmãos

O engenheiro civil Giuliano Tognetti resolveu mudar de vida e entrar no mundo dos leilões após ver a desvalorização do próprio carro. Segundo o que ele informou à Revista Auto Esporte, o engenheiro percebeu que o veículo que dirigia, enquanto cursava a faculdade, desvalorizou em torno de R$ 15 mil. Para não perder mais dinheiro, ele foi mais rápido e resolveu vendê-lo e investiu o seu dinheiro. Ao tomar essa decisão, uma lâmpada acendeu na sua cabeça. 

Giuliano Tognetti é um player do mercado de leilões
Giuliano Tognetti, engenheiro civil e dono do site Lucrando com Leilões. Ele encontrou uma excelente oportunidade no mercado e mudou de rumo profissional.

Ao invés de “estacionar” na vida, ele decidiu mudar de carreira: partir para o segmento dos leilões. Ele comenta: 

“Como eu e meu irmão sempre gostamos muito de carro, pensamos se não daria para ganhar dinheiro com leilão”

Para atuar no segmento, a dupla se dividiu. O engenheiro civil, Giuliano, ficou na parte de pesquisas de modelos de carros. Enquanto isso, o seu irmão, o arquiteto Renato Tognetti, ficou atuando na parte de vistoria e participando dos leilões. Eles reforçam que a atuação nesse setor implica em visitar leilões, realizar a vistoria dos veículos, conseguir a documentação e a regular os carros obtidos. 

Lucrando com leilões

Os irmãos criaram o site Lucrando com Leilões para ajudar quem está começando no ramo ou para quem quer ter mais chances de obter um bem por um preço melhor. De dois em dois meses, a dupla arrematam um novo veículo, passam um tempo com ele e o recolocam para venda na internet. Segundo Giuliano: 

“É um erro achar que vai vender o carro pelo preço da tabela Fipe. Geralmente, você vende o veículo por preços de 5% a 10% abaixo da tabela, variando de modelo para modelo”.

Outras formas de ganhar dinheiro com os leilões

Adquirir carros em leilões também pode ser uma bela opção para atender aos milhares de passageiros que buscam corridas por meio de aplicativos cadastrados. 

motoristas de aplicativo
Motoristas de aplicativos podem adquirir carros mais baratos por meio dos leilões de automóveis, entrando para o ramo e fazendo mais dinheiro com no seu tempo extra.

Como os carros de leilão possuem preços mais acessíveis, é uma oportunidade para adquirir um veículo de trabalho sem gastar muito. Também serve para aqueles que desejem um modelo top da linha para trabalhar nos aplicativos na linha premium, atendendo clientes a um valor mais caro.

Como trabalhar com compra e venda de bens de leilão

Agora que você já entendeu todas as questões, chegou a hora de entender como você pode trabalhar com venda e compra de bens de leilão. No Brasil, o segmento possui inúmeras possibilidades e mercados para revenda de produtos e serviços: motos, automóveis, imóveis, entre outros.

Para iniciar, primeiramente, é necessário que você tenha um bom capital de giro no seu cofrinho, considerando que os bens são adquiridos a um preço abaixo do mercado. 

Você pode iniciar com mercadorias mais baratas, se for da sua preferência. Existem leilões de computadores, celulares, objetos antigos e de bens da Receita Federal, da Polícia Federal, entre outros. O bacana é entender que a porcentagem de lucro será muito maior para o dono do leilão. Veja: pegamos o exemplo do seguinte carro:

Na tabela FIPE, seu valor gira em torno de R$ 21.672,00.

Assim: 

  • Despesas do leilão: R$ 700,00
  • Despesas estéticas: R$ 420,00 (sendo 2 pneus seminovos e polimento)
  • Despesas mecânicas: R$ 200,00 (sendo troca de óleo)
  • Total das despesas: R$ 1.320,00

Você pode adquirir o modelo e revendê-lo a um preço que te dê mais lucro e, assim, permanecer no mercado de leilões.

Começar com produtos de baixo custo é ideal para, aos poucos, ir fazendo o capital para adquirir bens maiores e revendê-los, de acordo com as suas expectativas ou intenções. 

Leilão Online é na Superbid

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça seu comentário
Por favor entre com seu nome aqui