A desvalorização dos carros aumenta mais com o passar dos anos e não podemos fazer nada para mudar isso. Na hora da venda, o objetivo de todo proprietário é fazer um bom negócio e arrumar maneiras para que essa desvalorização não afete tanto o preço final do seu veículo. Por isso, é importante se atentar a pequenos detalhes para valorizar seu carro o máximo que puder. 

Manter a conservação de um veículo é essencial para pode-lo passar adiante. Mas, esse não é o único fator levado em consideração na hora de valorizar o seu carro. Vários detalhes contribuem para que o preço fique na média ou caia gradativamente.

Assim como você não quer perder dinheiro, o seu comprador também não. Isso o torna bastante criterioso na hora de procurar imperfeições mecânicas ou estéticas para pedir um valor menor na compra.

No nosso post de hoje vamos lhe dar 10 dicas para valorizar seu carro na hora da venda. Continue a leitura e anote tudo!

1- Partes plásticas

Além da lateria, as partes plásticas, como o painel e a parte de dentro das portas, merecem um produto que aumente seu brilho. Afinal, a primeira coisa que chama a atenção na hora de comprar um carro é se ele é limpo e conservado.

utilize sempre produtos específicos para as partes plásticas do carro como o painel. Isso fará com que ele fique mais brilhante e passe uma imagem de cuidado
utilize sempre produtos específicos para as partes plásticas do carro como o painel. Isso fará com que ele fique mais brilhante e passe uma imagem de cuidado

Manter uma boa higiene contribui para uma melhor valorização, já que esse fator costuma refletir a personalidade do proprietário. Isso significa que, quando você passa uma imagem de limpeza, o comprador a associará a uma boa conservação do veículo.

2- Lataria

Encerar a carroceria deve ser um processo realizado uma vez a cada três meses. Uma dica é evitar deixar o seu carro exposto sob o sol ou chuva. Isso pode acabar danificando precocemente a pintura. No caso de pequenas imperfeições na lateria, vale a pena fazer um orçamento em uma funilaria para consertar pequenos riscos ou amassados. Eles acabam desvalorizando, e muito, o preço de venda do seu automóvel.

Além disso, é importante ressaltar que algumas pinturas feitas em partes específicas do carro se diferenciam da pintura original. O que também dificulta na hora de valorizar seu carro.

conserte pequenos riscos ou amassados na lataria. Ela é uma das partes mais importantes para valorizar seu veículo, já que é a primeira coisa que o comprador nota
conserte pequenos riscos ou amassados na lataria. Ela é uma das partes mais importantes para valorizar seu veículo, já que é a primeira coisa que o comprador nota

3- Estofado

O estofado do seu veículo deve estar sempre conservado, independentemente do material do qual ele é feito. Aspire sujeiras que possam estar nos vãos dos bancos e faça uma lavagem a seco periodicamente. Retire sempre manchas e possíveis odores.

Evite fumar dentro do veículo, caso você tenha esse hábito. O cheiro de tabaco pode impregnar nos bancos e isso certamente irá afastar seus clientes em potencial.

Nos casos de carros com bancos de couro, embora sejam mais difíceis de sujar com líquido, o cuidado deve ser redobrado. Afinal, eles são mais suscetíveis a rachaduras e ressecamentos. O ideal na hora da limpeza é usar produtos que hidratem o couro e mantenham os poros sem sujeiras.

4- Manutenções

As revisões são fundamentais não somente para manter a conservação do carro. Ela também serve para impressionar o comprador na hora da venda. Se você é daqueles que revisam seu automóvel periodicamente e deseja valorizar seu automóvel na hora da venda, conserve o histórico atualizado no manual do proprietário.

mantenha as revisões do veículo em dia e faça sempre as manutenções necessárias
mantenha as revisões do veículo em dia e faça sempre as manutenções necessárias

Tenha sempre em mãos recibos de pequenos reparos e dos cuidados que você possui com o bem. Também vale a pena apresentar recibos referentes à manutenção preventiva para garantir um aumento da confiança de quem se interessar pelo seu carro. Afinal, esses documentos comprovam que você zela pelo seu veículo.

Documentação

Já que citamos o manual do proprietário, é interessante ressaltar outra dica: mantenha a documentação em dia para valorizar seu carro. IPVA, DPVAT e licenciamento devem estar todos dentro do prazo de validade. Afinal, se você possui um veículo com documentos atrasados, terá de cobrar um valor bem abaixo da média pelo mesmo.

Isso porque para que o comprador possa concretizar a transferência emitindo um novo CRV, essa documentação não pode contar com nenhum débito.

Entenda mais sobre isso no nosso post sobre transferência de veículo. 

5- Manual e chave reserva

Além de valorizar seu carro na hora da venda, o manual também serve para utilizar a garantia de fábrica quando possível. Ela se estende por no mínimo três anos, e as anotações e carimbos de revisões são importantes para conseguir usá-la.

Além disso, ter a chave reserva do carro lhe auxilia em momentos de dificuldade e também é considerado um diferencial pelo comprador interessado.

6- Peças originais

Preservar os detalhes e peças originais do seu carro pode ser considerado um grande benefício. Afinal, isso contribui muito para valorizar seu carro na hora da venda. Muitas pessoas preferem carros com peças originais, e isso faz toda a diferença na negociação. Além de manter o preço do seu carro na média do modelo, ainda impressiona o indivíduo que pensa em adquirir seu veículo.

7- Segurança e conforto

Itens de conforto que antes eram vistos apenas em veículo de categorias superiores, têm feito cada vez mais sucesso entre os carros populares. Além disso, alguns deles passaram a ser obrigatórios por conta do rigor em relação à segurança nos dias de hoje.

itens que contribuem para a segurança do veículo são muito importantes, além de serem exigidos
itens que contribuem para a segurança do veículo são muito importantes, além de serem exigidos

 

Eficiência energética certificada pelo Inmetro e ditada pelo consumo de combustível costuma fazer bastante sucesso na hora de vender seu carro. Além disso, também podemos citar:

Direção hidráulica e elétrica

As direções assistidas acabam influenciando bastante na hora da compra. O conforto e menor esforço para realizar manobras, principalmente balizas, ajudam a valorizar seu carro sem dúvida alguma.

Os automóveis que não contam com direção hidráulica ou elétrica costumam ser bem mais baratos do que os equipados com esse sistema. Sendo assim, vale a pena investir nesse tópico.

o tipo de direção tem bastante influência na hora de valorizar um veículo
o tipo de direção tem bastante influência na hora de valorizar um veículo

Trio elétrico

Apesar de agregar menos valor em comparação a uma direção assistida, o trio elétrico também é um diferencial na hora da venda. Ele nada mais é do que um conjunto formado pelas funções de travas elétricas, levantadores elétricos de vidros e alarme. Tudo isso a fim de proporcionar melhor conforto e segurança para o motorista.

A grande maioria dos veículos acompanham esses equipamentos da fábrica. Porém, caso você tenha adquirido um carro sem trio elétrico, é possível fazer a instalação do kit facilmente.

Ar-condicionado

Em cidades do país localizadas principalmente no Norte, Nordeste, Centro-Oeste ou litoral, o ar-condicionado é um item muito requisitado e ajuda a valorizar seu carro. Em regiões quentes como essas, é quase impossível dirigir pelas ruas sem o auxílio do equipamento. Ele pode vir de fábrica ou ser instalado. Porém, hoje em dia ele faz parte de praticamente todos os modelos.

Além de proporcionar conforto térmico para o automóvel o item também é útil para evitar embaçamento dos vidros em dias chuvosos. O que contribui para um aumento na segurança.

Entenda como funciona o ar-condicionado de automóveis:

Segurança passiva

Por força da lei, os airbags se tornaram obrigatórios para motoristas e passageiros do banco da frente nos veículos fabricados desde 2014. Os freios ABS também. Dependendo do modelo do automóvel que você está vendendo, fique de olho nesses equipamentos. Carros que contam com airbags e freios ABS são mais valorizados do que veículos da mesma categoria e modelo que não possuem esses itens.

Além disso, fique atento a possíveis recalls e nível de conservação que eles apresentam. Isso irá contribuir para que seu carro tenha um bom valor no mercado. É importante lembrar, também, que uma vez usado, os airbags devem ser substituídos. Isto é: eles não são reutilizáveis.

8- Capriche nas fotos

Na hora de anunciar, é importante tirar fotos que valorizem o seu veículo, já que é por meio delas que os interessados chegarão até você. Então, quanto mais fotos estiver à disposição do usuário, melhor.

Fotografe a frente, lateral e traseira do carro. Na foto da lateral, é interessante mostrar o carro todo enquadrado. Para isso, experimente tirar a foto na diagonal.

Ligue o painel para chamar mais atenção nas fotos do interior do carro, e mostre a quilometragem que o veículo já rodou. Evite captar objetos como adesivos ou qualquer outro tipo de personalizado de dentro do veículo. Mas DVDs, computador de bordo e outro opcionais devem ser mostrados nas fotos do anúncio. Fotos do motor também costumam chamar bastante a atenção.

Escolha um bom ambiente para fotografar o seu carro. Ele tem grande influência na hora da compra. Um local iluminado, ao ar livre e sem polução visual costuma contribuir para imagens capazes de valorizar seu carro na hora da venda.

9- Faça uma boa descrição e cobre um preço justo

Muitas ofertas acabam sendo deixadas de lado quando não contam com todos os detalhes do veículo. Não esqueça de colocar quantas portas o carro possui, se ele é a álcool e/ou gasolina, o motor e ano de fabricação.

Citar dados como o tempo de utilização, opcionais que tenham sido instalados e a quilometragem podem fazer com que fique mais fácil valorizar o seu carro na hora da venda. Afinal, esses itens são bastante levados em consideração pelos consumidores.

é importante que o preço cobrado seja justo: nem muito acima nem muito abaixo da média
é importante que o preço cobrado seja justo: nem muito acima nem muito abaixo da média

Também vale a pena incluir características únicas do seu carro. Por exemplo: o fato do veículo nunca ter se envolvido em uma colisão, nunca ter necessitado de uma nova pintura ou, se for o caso, ter possuído apenas um dono.

Na hora de colocar o preço, é indispensável que ele seja justo e bom para ambas as partes. Um valor justo pode nem sempre ser aquele que você gostaria, mas colocar um valor muito acima da média pode acabar assustando compradores em potencial.

É importante lembrar que nos 2 primeiros anos a desvalorização costuma ser mais acentuada. A partir disso, ela começa a se estabilizar por volta dos 10%.

10- Evite a troca de pneus

Algumas pessoas cometem o erro de colocar pneus novos para valorizar seu carro na hora da venda. O que acontece é que essa estratégia pode não ser uma boa ideia. Pneus novos nem sempre são valorizados por consumidores, principalmente se ele não for original.

trocar de pneus quando não há necessidade pode lhe trazer prejuízo e desvalorizar o carro caso ele não seja original
trocar de pneus quando não há necessidade pode lhe trazer prejuízo e desvalorizar o carro caso ele não seja original

Além do mais, os pneus de carros utilitários ou caminhonetes costumam ser mais caros, e esse tipo de investimento não aumenta a liquidez do veículo. Porém, evitar a troca não significa que eles podem estar desgastados. Quando o pneu está careca, os compradores tendem a desistir. Mas caso ele ainda esteja razoável, não há necessidade de investir nesse item.

Depois de conferir todas as nossas dicas para valorizar seu carro na hora da venda, ficou mais fácil saber o que fazer para conseguir cobrar um preço melhor pelo seu usado. Sabendo que o carro desvaloriza com o passar dos anos, investir nesses pequenos detalhes lhe ajuda a não perder dinheiro e acabar passando o veículo para frente com um preço muito inferior.

Pensando em colocar seu carro à venda? Vem para o Superbid!

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça seu comentário
Por favor entre com seu nome aqui