Boa parte dos problemas cotidianos enfrentados hoje em dia possui uma série de aplicativos capazes de oferecer uma solução. No que diz respeito a problemas automotivos isso não seria diferente.

Já imaginou ter na palma da sua mão um dispositivo para detectar possíveis falhas em seu carro? Isso já é possível e pode facilitar a vida dos condutores. Confira mais detalhes e indicações de apps a seguir.  

A tecnologia a serviço dos motoristas

Estamos vivendo tempos modernos, nos quais quase todas as soluções de ordem prática estão ao alcance de um clique, inclusive aquelas que dizem respeito à mecânica dos carros. 

Isso é feito através do acesso ao “cérebro do carro”, algo que hoje é muito simples. Com um kit composto por um decodificador portátil, um celular/tablet e um aplicativo já é possível se comunicar de maneira clara com o seu veículo. 

Aplicativos para detectar problemas no carro

Através do painel, o condutor consegue perceber quando há algo de errado com o carro, mas até pouco tempo atrás detectar exatamente qual seria o foco do problema só era possível com a ajuda de um profissional capacitado.

Seu trabalho era feito utilizando um scanner de fábrica, plugando-o na porta OBD II (On-Board Diagnostic) de forma a investigar o que pode estar errado no sistema do veículo. 

A grande vantagem dos aplicativos que vamos tratar neste artigo é justamente a possibilidade de descobrir o que está errado de maneira prática e objetiva, sem nem mesmo precisar mover o carro da sua garagem. 

A entrada de “diagnóstico a bordo” existe em qualquer veículo fabricado no Brasil  desde 2010. Quer saber mais sobre ela? Continue a leitura!

Categoria leilão de carros

Como funciona a entrada OBD II?

Essa porta de entrada é capaz de ler até 5 mil informações de mecânica, elétrica e eletrônica dos automóveis.

Algumas delas são referentes a: sensor de oxigênio, sistema de EGR, sistema de combustível, componentes elétricos, sistemas eletrônicos, eficiência do catalisador, combustão espontânea, sistema de evaporação e de ar secundário, informações do diagnóstico, códigos de falhas, parâmetros do motor, memorização de avarias e estandardização das ligações, entre outros aspectos.  

Os sensores emitem dados que, uma vez captados pelo decodificador, são enviados para o celular. Através do dispositivo, é possível checar as informações sobre o que pode não estar funcionando da maneira como deveria.

Pessoa conferindo os defeitos do seu veículo através de um aplicativo como o OBD II

Esse tipo de alerta pode ser emitido até mesmo antes do painel transmitir algum aviso. 

Além de ser mais preciso, o OBD II é mais rápido que o próprio sistema de alerta do automóvel, o que é uma grande vantagem, permitindo que o proprietário do veículo tome as decisões necesárias para evitar que o problema se agrave. 

Há diversos tipos de decodificadores no mercado. Seus valores variam bastante, sendo possível encontrar modelos que vão desde R$ 20 até R$ 2.400.  

Para receber os dados dos quais estamos falando, é preciso baixar um aplicativo no seu smartphone. Alguns deles são pagos, outros são gratuitos. Vejamos alguns dos mais indicados a seguir. 

1 – Aplicativo Carrorama

Esse é um dos aplicativos mais completos do mercado, com a possibilidade de disponibilizar informações sobre as condições do seu veículo tanto pelo celular quanto esquematizadas através do Excel. 

Com a ajuda do Carrorama, é possível criar planilhas e relatórios com os gastos referentes a combustível e demais despesas (como financiamento, impostos, seguro, multas, estacionamento, etc.).

O aplicativo emite alertas quando há alguma manutenção agendada, e oferece a opção de programar outros lembretes conforme sua necessidade (vencimento do IPVA, do seguro ou da CNH e prazo para troca de óleo, entre outros). 

Categoria leilão de carros

O app é gratuito para os sistemas Android e iOS, e oferece a opção de pagamento de uma taxa anual no valor de R$ 3,50 para remoção dos anúncios do sistema. 

2 – Torque Pro

Vamos falar agora de um dos mais populares aplicativos para detectar problemas automotivos. 

O Torque Pro permite a visualização da atividade do veículo em tempo real, e suas principais características são: leitura da temperatura da transmissão, indicação da emissão de CO2, timings de velocidade, banco de dados com todo o histórico de falhas, e  velocímetro, GPS e bússola em tempo real.

Além disso, permite a criação de um painel personalizado com o perfil do usuário, pode ser utilizado em tablets e possui capacidade para envio de informações de registro diretamente para o e-mail.  

O aplicativo está disponível para smartphones com sistema Android. Apesar de suas muitas funcionalidades, também apresenta algumas desvantagens, como o alto consumo da bateria do celular e incompatibilidade com alguns modelos de veículos. 

3 – Aplicativo Engie

A terceira sugestão da nossa lista foi desenvolvida pela startup Engie, co-fundada por um dos criadores do famoso app Waze. Seu sistema permite a identificação de mais de 100 mil tipos de falhas mecânicas, além de reunir outras informações importantes referentes ao consumo de combustível e instalação elétrica. 

Algumas das suas principais funções são: medição da temperatura do motor, detecção de falhas, análise de causas de ruídos estranhos, controle da emissão de gases e preços e serviços prestados por mecânicos, entre outras vantagens.  

Apesar de ser uma excelente opção, o aplicativo Engie tem a limitação de não ser gratuito. Para obtê-lo, o condutor precisa pagar os valores de R$ 69 para sistema Android, e R$ 99 para iOS.

4 – OBD Auto Doctor Pro

Esse aplicativo funciona da seguinte maneira: ao fazer a leitura dos dados enviados pelo seu decodificador OBD, o app relata todos os parâmetros do motor e do carro em tempo real, tais como velocidade, ângulo de rotação, temperatura, pressão, entre outros dados.

Um dos grandes atrativos do OBD Auto Doctor Pro é a capacidade de desenvolver gráficos com os dados obtidos, o que pode facilitar na visualização do problema.

Categoria leilão de carros

Outras características importantes do app são: indicação em tempo real da velocidade, do ângulo de rotação, da temperatura e da pressão do veículo; registro de parâmetros, como os de economia de combustível; armazenamento e compartilhamento de dados do DTC (Diagnose Trouble Code, ou código de avaria).

Alguns dos pontos negativos relatados pelos usuários do aplicativo são as falhas com a conexão bluetooth e com adaptadores mais baratos e a dificuldade de limpeza dos dados registrados. Está disponível tanto para aparelhos com sistema iOS quanto Android.

Vale lembrar: nenhum aplicativo substitui a manutenção

Por melhores e mais atrativos que sejam os aplicativos mencionados neste artigo, nenhum deles é capaz de suprir a real efetividade da revisão e da manutenção preventiva.

Mecânico conferindo o óleo do motor através de uma ferramenta.

Tais tecnologias são indicadas para ajudar o condutor a entender seu veículo e ser capaz de identificar quando um problema aparece, mas nada substitui a atuação do seu mecânico de confiança.

Não se esqueça que manter o veículo em bom estado de conservação para trafegar é essencial para a sua segurança e exigência prevista em lei pelo art. 230 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Você conhece ou já usou algum dos aplicativos citados acima? Compartilhe conosco a sua opinião nos comentários. Para mais conteúdos relacionado ao mundo dos carros, clique aqui e acesse o blog Superbid!

Leilão Online é na Superbid

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça seu comentário
Por favor entre com seu nome aqui