Dezembro trouxe nova vida ao setor sucroenergetico. Entre as conquistas, as usinas Vale do Paranaíba e Triálcool que eram parte da massa falida da Laginha Agroindustrial, antigo Grupo João Lyra, foram vendidas pelo Superbid.

O grupo teve sua falência decretada em agosto de 2013 e, após quatro anos, em razão dos trabalhos dos juízes Leandro de Castro Folly, Phillippe Melo Alcântara Falcão e Jose Eduardo Nobre Carlos, da 1ª vara de Coruripe, e do administrador judicial Lindoso & Araújo Consultoria Empresarial, foi possível colocar à venda dois de seus principais ativos.

A estratégia de venda adotada foi a combinação da expertise do Superbid em leilões judiciais, com foco em leilão eletrônico, e do know-how das empresas Datagro, Agriplanning e Rede SBA, todas do segmento do agronegócio.

 

A usina Vale Paranaíba, localizada em Capinópolis (MG), com capacidade de moagem de 1,7 milhão de toneladas de cana, foi vendida por R$ 206.358.000.

Já a usina Triálcool, que está em Canápolis (MG), foi arrematada por R$ 133.826.220. Esta usina gera 1,8 milhão de toneladas de cana por safra.

O valor arrecadado na venda será utilizado para a quitação de dívidas dentro do processo de falência da Laginha

A aquisição das usinas foi muito celebrada pelo setor, principalmente por empresas, fornecedores e proprietários rurais da região.

A estimativa é que a retomada da atividade das usinas irá gerar grande impacto social com a criação de mais de 20 mil empregos diretos e indiretos.

Soma-se a isso investimentos em assistência social, construção, treinamentos e profissionalização de trabalhadores, retomada de atividades comerciais e serviços nos municípios.

Para 2018, outras três usinas da massa falida localizadas no estado de Alagoas serão também leiloadas.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça seu comentário
Por favor entre com seu nome aqui