É comum escutar por aí que o melhor modelo de capacete de moto são os fechados. Na realidade, esse modelo é realmente mais seguro, já que oferece uma proteção total que recobre toda a cabeça.

Mas desde que possua viseira ou óculos de proteção específico para uso em motos, o capacete aberto pode, sim, ser usado. Quem pilota pelas cidades em velocidade média pode fazer o seu uso sem preocupação alguma. Mas, se você faz parte dos motoqueiros que querem investir nesse modelo e ainda possuem um pouco de medo e receio, você pode pensar em adquirir o modelo misto.

Para entender mais sobre cada tipo de capacete de moto e qual é a melhor opção para você, continue a leitura e fique por dentro de tudo.

Quais os tipos de capacete para moto no mercado?

Capacetes On Road

Integrais

Os modelos integrais são considerados os mais seguros, o que faz com que sejam usados pela maioria dos motociclistas.

Sua viseira é responsável por cobrir apenas a faixa do rosto sobre os olhos, enquanto o restante da cabeça fica protegida pelo capacete em si. Isso inclui a lateral e o queixo.

os capacetes integrais protegem toda a área da cabeça e são considerados os mais seguros
os capacetes integrais protegem toda a área da cabeça e são considerados os mais seguros

Um capacete de qualidade desse modelo normalmente conta com forro removível e um bom sistema de ventilação. Assim, o calor é aliviado, já que o equipamento é fechado para bloquear pedras, insetos e poeiras.

Modular

Os capacetes modulares são aqueles que possuem uma viseira acoplada à queixeira. Isso oferece ao motorista a possibilidade de levantá-la para garantir um conforto maior em dias muito quentes.

Porém, essa parte só deverá ser levantada quando a moto estiver parada. A viseira é um item fundamental e obrigatório para a proteção do condutor. Pelo fato de a queixeira ser flexível, sua proteção não é tão eficiente quanto à do capacete integral.

Mistos

Embora seja semelhante ao modelo modular, a diferença do modelo misto é que sua queixeira é removível. Isto é: o motorista pode optar por andar sem essa parte, se preferir. Também é considerado um modelo mais confortável para usar nos dias de verão. Sua proteção, da mesma maneira que a dos capacetes modulares, não é tão eficiente.

Abertos

Os capacetes que não contam com queixeiras nem flexíveis e nem removíveis, são chamados de capacetes abertos. Entre os tipos de capacetes para moto permitidos no Brasil, esse é o menos seguro, embora seja o mais confortável por conta da ventilação.

em decorrência da sua ventilação, o modelo aberto é considerado o capacete mais confortável
em decorrência da sua ventilação, o modelo aberto é considerado o capacete mais confortável

A queixeira é um item que protege não apenas o queixo, mas também o rosto ao entrar em contato com o solo. A viseira pouco ajuda nesses casos, já que sua função é proteger contra o vento e a sujeira.

Caso o capacete aberto não tenha uma viseira acoplada, você deverá usar um óculos de proteção aprovado pelo Contran.

Capacetes Off Road

Os tipos de capacete apresentados acima são ideais para trafegar nas vias públicas como rodovias e cidades. Afinal, nesses casos eles são totalmente projetados para proteger o motociclista que transita por locais que devem respeitar as leis de trânsito.

Isso significa que no asfalto ou nas estradas de chão, esses modelos não preveem a prática de pilotagem desportiva, diferente dos modelos off road.

Os capacetes off road são fabricados para praticantes de rally, motocross, freestyle ou enduro, por exemplo. Sua projeção foi feita especialmente para quem encara a moto como um esporte radical. Seja em pistas desenvolvidas especificamente para competições ou em trilhas.

os modelos off road são projetados para indivíduos que fazem rally, andam em trilha ou competem em corridas
os modelos off road são projetados para indivíduos que fazem rally, andam em trilha ou competem em corridas

Assim como as motos usadas para essas práticas são especiais, os capacetes, também. Capacetes off road costumam ser integrais, ou seja, envolvem toda a cabeça do motociclista. A diferença é que o modelo conta com uma área aberta bastante grande no rosto para que ventilação, visão e conforto do piloto sejam melhorados.

A grande maioria dos modelos off road não possuem viseira, o que torna necessário o uso de óculos protetores especiais. Eles são responsáveis por proteger o condutor contra pedras, lama, insetos e poeira.

Sua queixeira também se difere dos modelos comuns, já que são mais alongadas para uma proteção extra contra quedas. Uma aba para bloquear a luz do sol é adicionada nos capacetes off road para melhorar a experiência do motociclista.

Quais são os melhores tipos de capacete para moto?

O melhor tipo de capacete dependerá do uso que você faz da motocicleta e suas prioridades. Claro que quem usa capacete está visando principalmente a sua segurança. Porém, se você usa seu capacete para andar nas vias urbanas, certamente o melhor tipo de capacete para você é bem diferente do que os motociclistas que fazem rally usam, por exemplo.

O equipamento também deve ser bem ajustado à cabeça, proporcionar conforto e ter um sistema de ventilação adequado para que a viseira não fique embaçada.

Embora seja quase unanimidade que o capacete integral seja o melhor tipo de capacete, isso não lhe impede de adquirir e usar os outros modelos, inclusive de ter um modelo aberto para passeios próximo de casa no domingo e um integral para pegar estrada.

embora o melhor tipo de capacete seja o integral, por ser mais seguro, você pode optar por outros modelos. Desde que faça o uso correto
embora o melhor tipo de capacete seja o integral, por ser mais seguro, você pode optar por outros modelos. Desde que faça o uso correto

Como escolher um capacete de moto ideal

Tamanho

Além de diversos tipos diferentes de capacete para moto, você também encontra no mercado diversos tamanhos para cada um deles. E como mencionamos acima, você deve escolher um modelo que se adeque bem ao tamanho e formato da sua cabeça.

Pilotar uma moto com o equipamento muito largo ou muito apertado é algo que deve ser evitado. Quando ele está muito folgado, corre o risco de sair da cabeça. Já quando está apertado demais, a viagem pode se tornar desconfortável. Embora seja uma dúvida comum saber o tamanho ideal, principalmente para aqueles que estão adquirindo seu primeiro capacete, descobrir essa medida é uma tarefa bastante simples.

Meça a cabeça com uma fita métrica passando pelas pontas das orelhas e sobrancelhas. O número obtido será o número ideal do seu capacete.

 

Materiais

Os materiais que podem servir para fabricar capacetes de moto são bastante variados. As marcas consideradas boas geralmente usam tecnologias avançadas para garantir resistência e leveza ao mesmo tempo. Sendo assim, um dos principais tipos de materiais usados é a fibra de carbono. Essa fibra costuma ser leve e absorver bem o primeiro impacto sofrido.

Já os fabricados com fibra de vidro são ainda mais seguros. Esse material mantém o nível de absorção em novos impactos ao invés de somente no primeiro.

Outro material que podemos citar é o chamado ABS, que faz o uso de uma tecnologia de plástico injetado. Esse é considerado o mais econômico do mercado. Seu custo-benefício costuma ser ótimo, apesar de sua absorção de impacto ser menor do que ambos os materiais citados anteriormente.

Há ainda aqueles que são feitos com kevla, uma espécie de fibra sintética muito leve e resistente. Normalmente os tipos de capacete de moto que levam esse material em sua fabricação o misturam com fibra de carbono ou vidro.

Forro

Além de impedir o contato direto da cabeça do motorista com o material externo resistente e duro, o forro também serve para amortecer um possível impacto em uma batida. Prefira sempre os capacetes com forro removível.

Assim, fica mais fácil lavá-los, já que o capacete é um ambiente úmido e quente, propício para microrganismos e ácaros.

Selo de segurança

A qualidade de um capacete de moto deve ser o primeiro item avaliado na hora da aquisição. Comprar um produto de marca duvidosa apenas por ser mais barato pode ser fatal. Afinal, ele não possuirá nenhuma garantia de que oferece uma boa proteção para a cabeça do motociclista.

Levando isso em conta, a Resolução 453/2013 do Contram exige o certificado do Inmetro para esse equipamento. Confira o que o texto diz:

“Parágrafo único. O capacete motociclístico deve estar certificado por organismo acreditado pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial – INMETRO, de acordo com regulamento de avaliação da conformidade por ele aprovado.”

Para que essa certificação seja comprovada, todos os modelos de capacete para moto devem ter a etiqueta ou selo com a marca do Inmetro.

“Art. 2º Para fiscalização do cumprimento desta Resolução, as autoridades de trânsito ou seus agentes devem observar:

I – Se o capacete motociclístico utilizado é certificado pelo INMETRO;

(…)

IV – A existência do selo de identificação da conformidade do INMETRO, ou etiqueta interna com a logomarca do INMETRO, especificada na norma NBR7471, podendo esta ser afixada no sistema de retenção”

Peso

Por fim, temos o peso: outro fator de grande importância na hora de escolher o capacete ideal. Prefira sempre aqueles que têm aproximadamente 1.4000 gramas.

Porém, você ainda pode optar pelos de peso próximo a 1.800 gramas. Capacetes muito pesados podem ser desconfortáveis e ainda causarem dor cervical.

Quais os tipos de capacetes permitidos pela lei?

Todos os tipos citados nesse texto são permitidos pela lei brasileira, desde que acompanhem o selo do Inmetro. Como já dissemos, os capacetes que não contam com viseira devem ser usados juntamente com óculos de proteção.

de acordo com a lei, se você optar por um modelo sem viseira, deve fazer o uso obrigatório de um óculos
de acordo com a lei, se você optar por um modelo sem viseira, deve fazer o uso obrigatório de um óculos

Quais são os tipos de capacetes proibidos pela lei?

Os capacetes mais usados proibidos pela lei são os chamados capacetes curtos, ou coquinho. Embora muitas pessoas achem o equipamento bonito, ele não é recomendável em decorrência da sua abertura.

Diferente dos modelos abertos que citamos acima, os capacetes curtos não contam com a área de proteção lateral responsável por cobrir as orelhas do motociclista. Além disso, aqueles usados por ciclistas também são proibidos se você estiver usando uma moto.

Como consequência, fazer o uso de capacetes proibidos poderá gerar multas e colocar sua vida em risco.

Lembre-se de que o capacete não é apenas um acessório sem importância. Ele garante a sua segurança em casos de acidentes e pode salvar a sua vida em várias situações.

O que a lei de trânsito brasileira diz sobre o uso do capacete?

Dirigir uma moto sem usar capacete ou com um tipo não permitido é considerado uma infração de natureza gravíssima. Enquanto isso, usar o equipamento sem o selo do Inmetro, sem dispositivo retro reflexivo nas lateias e traseira ou com danos que representam inadequação para uso é considerada uma infração grave.

Viseiras e óculos

Adotar a conduta de conduzir uma moto sem viseira ou óculos de proteção, ou com capacete não afixado corretamente à cabeça é considerado uma infração leve com penalidade de multa.

O que o Código de Trânsito Brasileiro diz sobre andar sem capacete?

“Art. 244. Conduzir motocicleta, motoneta e ciclomotor:

I – sem usar capacete de segurança com viseira ou óculos de proteção e vestuário de acordo com as normas e especificações aprovadas pelo CONTRAN;

II – transportando passageiro sem o capacete de segurança, na forma estabelecida no inciso anterior, ou fora do assento suplementar colocado atrás do condutor ou em carro lateral;

(…)

Infração – gravíssima;

Penalidade – multa e suspensão do direito de dirigir;

Medida administrativa – Recolhimento do documento de habilitação.”

Se você está pensando em comprar uma moto, ou se já concretizou a compra e agora está em busca do capacete ideal, siga nossas dicas para encontrar o melhor modelo que se adeque a você e suas necessidades. Evite andar sem capacete, já que essa conduta traz riscos à sua segurança e ainda gera prejuízos com a lei.

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça seu comentário
Por favor entre com seu nome aqui