Existem diversos motivos para um imóvel ir para leilão, indo de dívidas de IPTU até o atraso das parcelas do financiamento. É possível encontrar muitos imóveis sendo leiloados pelos mais diversos preços. Mas o que acontece quando o imóvel não é arrematado é uma grande dúvida para muitas pessoas.

Pensando nisso, trouxemos um conteúdo que explica o que acontece quando isso acontece em um leilão de maneira simples. 

Alguns fatores podem levar potenciais compradores a desistir do lance e, consequentemente, o imóvel não ser arrematado.

Afinal, o que acontece quando um imóvel não é arrematado?

Normalmente, quando o imóvel não é arrematado em um leilão online ou presencial, ele segue para uma nova oportunidade de negociação. Geralmente o imóvel não retorna com o mesmo preço, já que existem alguns procedimentos necessários para dar continuidade no processo.

O que acontece quando um imóvel não é arrematado em leilão?

De fato, existem diversas razões para que esse imóvel não tenha sido cativante na hora da venda. Alguns dos fatores englobam localização, preço e, muitas vezes, as condições do imóvel. 

Algumas pessoas tem o sonho de conquistar a primeiro imóvel e procuram um leilão. De fato, essa pode ser uma das melhores opções para conseguir essa conquista, de maneira simples e direta.

Procedimentos legais para venda quando o imóvel não é arrematado

Em situações em que o imóvel não é arrematado e ficou parado, naturalmente seu preço irá cair. Com um valor menor, a negociação poderá ser feita diretamente com os interessados.

Em leilões extrajudiciais, leilões feitos de dívidas de financiamento em aberto, os bancos costumam seguir um padrão. O imóvel deverá ter sua segunda licitação em um prazo de 15 dias após a primeira tentativa.

Caso não seja vendido novamente, o banco deverá ir para licitação aberta e seguir para a fechada ou venda direta.

Licitação aberta

A licitação aberta acontece quando a instituição financeira abre espaço para as propostas e aceita a melhor entre elas. Normalmente esse encontro acontece de maneira presencial ou em um espaço credenciado do leiloeiro.

Licitação fechada

Já nesse caso, a negociação acontece por escrito depois do edital ser publicado contendo as informações do imóvel. Os investidores colocam a quantia que desejam pagar por extenso em um envelope + 5% desse mesmo valor em dinheiro.

Quer sair o aluguel de vez? Conte com a Superbid para isso! Entre agora em nossa página de lote e confira os imóveis disponíveis na melhor plataforma de leilão do país. Tudo isso de maneira simples e intuitiva.

O que acontece quando um imóvel não é arrematado em leilão?

Os envelopes são abertos ao mesmo tempo em uma data estipulada e vence aquele que tiver apresentado a melhor oferta.

Venda direta

Por fim, temos a venda direta, em que um corretor de imóveis pode vender o bem ou o interessado pode procurar diretamente o banco. A proposta que respeitar o valor mínimo vence, exatamente como acontece em uma compra normal de imóveis ou apartamentos.

Qual deles é o procedimento mais vantajoso quando um imóvel não é arrematado?

Não existe nenhum que seja o mais favorável. O leilão em si é a oportunidade perfeita, e após partir para a licitação fechada, você passa a contar mais com a sorte do que com a lógica, até porque na maioria das vezes o imóvel é vendido antes dessas etapas.

Mas caso você esteja interessado em um imóvel e queira arriscar, tenha em mente um valor máximo para investir. Evite ir além das suas contas e siga estas etapas somente se o bem valer a pena.

Conte com o Superbid para conquistar um novo imóvel através de um dos nossos leilões. De norte a sul do país, oferecemos diversas opções para os nossos clientes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça seu comentário
Por favor entre com seu nome aqui