A betoneira, como é conhecida a máquina de preparar concreto, é extremamente importante para quem trabalha no segmento da construção civil. Independentemente da profissão que você exerça dentro do ramo, é importante que saiba como esse equipamento funciona, pois muito provavelmente em algum momento da sua obra você terá de utilizá-lo.

O concreto é um dos pilares de qualquer edificação, sendo usado em toda a estrutura de uma obra. Da fundação às lajes, passando pelas vigas e paredes.

Existem mais de uma forma de misturar o concreto, mas a melhor é através das betoneiras. Pois somente nela é realizada toda a formação da massa homogênea dos componentes, utilizando todos os materiais.

Neste post, selecionamos e ilustramos para você todos os benefícios e características de uma máquina de preparar concreto para a sua obra. Queremos que você saiba sobre todos os seus componentes para adquirir a sua com tranquilidade.

O que é uma máquina para preparar concreto?

Uma máquina de preparar concreto, mais conhecida como betoneira, é a responsável por deixar a massa pronta e uniforme para ser utilizada durante alguma construção e reforma.  Sendo assim, seu papel é fundamental dentro de qualquer tipo de obra.

Afinal de contas, que tipo de construção não vai requerer concreto para unir tijolos e mais?

operário de obra manuseando uma máquina de preparar concreto
As betoneiras foram criadas para agilizar a tarefa dos operários de obra que, anteriormente a ela, misturavam e preparavam o concreto com as próprias mãos

O equipamento consegue também otimizar o tempo. Anterior a ela, os operários preparavam e misturavam o concreto com as próprias mãos – método ainda utilizado em algumas obras – perdendo tempo, desperdiçando dinheiro e afetando a produtividade.

Na máquina de preparar concreto mistura-se água, cargas de pedra, areia e cimento.

Para a receita não existe medida, podendo variar de acordo com o tipo da obra ou critério do engenheiro civil, arquiteto ou mestre de obras. Outros tipos de cimentos, pedra e aditivos também podem ser misturadas na máquina de preparar concreto.

Modelo de máquina de preparar concreto
Um dos modelos mais comuns, a betoneira semi-fixa possui rodinhas para melhorar o seu transporte

Em geral, as betoneiras são formadas por:

  • setor basculante (dispositivo que ajuda na rotação da máquina),
  • pás de mistura (situadas dentro do tambor para a mexer a mistura),
  • tambor (esqueleto da máquina, sua responsabilidade é interligar todas as suas partes),
  • cremalheira,
  • casinha de motor (que disponibiliza a chave para desliga e ligar a máquina),
  • pinhão,
  • pinhão volante,
  • volante (sua finalidade é colocar a máquina em qualquer inclinação, assim, manipulando melhor a betoneira),
  • braço reforçado (abaixo do tambor),
  • pedal (serve para inclinar o motor)
  • rodas (auxilia na locomoção do equipamento)
  • chassi reforçado (esqueleto da máquina, sua responsabilidade é interligar todas as suas partes).

História das máquinas para preparar concreto

As máquinas de preparar concreto são uma invenção do século passado.

Fruto dos conhecimentos técnicos do engenheiro armênio-americano, Stephen Stepanian, as betoneiras foram desenvolvidas inicialmente para substituir os misturadores de concreto puxados a cavalos.

Protótipo de máquina para preparar concreto
Parente de Stephen Stepanian, inventor armênio-americano e proprietário de numerosas outras patentes. Ele também é credenciado como o inventor de um misturador de trânsito motorizado auto-descarregável que foi o antecessor do caminhão betoneira.

Em 1916, o engenheiro criou a primeira betoneira motorizada. Sua patente foi obtida somente em 1933.

Durante a década de 1940, após a Segunda Guerra Mundial, que foi criado o primeiro caminhão betoneira. Nos dias de hoje, uma máquina de misturar concreto pode ser capaz até mesmo de transportar 12m³ de concreto ou mais.

Após quase 100 anos de sua criação, em 2018, o grupo Open Source Ecology, rede formada por agricultores, engenheiros e simpatizantes, elegeu a betoneira como uma das principais invenções do homem e essencial para o desenvolvimento na qualidade de vida do mundo.

A máquina estava do lado de outras invenções como a impressora 3D, a broca, a forma de pão, o motor a vapor, a máquina de fazer parafusos, entre outras.

No Brasil, a máquina é chamada de betoneira por conta do português de Portugal. Lá, o concreto recebe o nome de betão.

Tipos de máquinas para preparar concreto

No mercado, existem quatro tipos diferentes de máquinas para preparar concreto: a semi-fixa, a fixa, a automática e a móvel.

Betoneira Fixa

Modelo irremovível de betoneira, a fixa não apresenta movimento algum. Entretanto, ela apresenta todas as características necessárias para a realização de mistura, mesmo não tendo rodas para o seu deslocamento.

Ela é equipada com motor permitindo que a mistura fique bastante homogênea.

Betoneira semi-fixa

Um dos modelos mais comuns, a betoneira semi-fixa apresenta as mesmas características que uma betoneira fixa, com a exceção de que possui rodinhas.

Modelo de betoneira semi-fixa
Modelo de betoneira semi-fixa, é uma das máquinas de preparar concreto mais comuns do mercado

Assim, a máquina pode ser removida e transportada para outros pontos da obra.

Automática

A betoneira automática é aquela que possui esteiras rolantes e, como já diz o seu nome, automáticas. Assim, ela se destaca por sua praticidade.

Não exigindo muito esforço para a sua locomoção, o equipamento é movido por um motor sincronizado.

Móvel

A betoneira móvel é transportada por um caminhão, acoplada através de um sistema movido por uma correia de ação unida a um motor.

Modelo de betoneira móvel
Também existem outros modelos de máquinas para preparar concreto com capacidade para 150 litros, 200 litros, 250 litros, 320 litros, 400 litros e 600 litros.

Consiste no modelo de betoneira mais avançado, podendo ser transportado para qualquer obra ou lugar, e sem perder o giro constante.

Os modelos também podem variar em termos de capacidade. Existem os caminhões, que carregam até 10 mil litros, aos modelos portáteis, cuja capacidade varia de 120 a 160 litros.

Também existem outras máquinas com capacidade para 150 litros, 200 litros, 250 litros, 320 litros, 400 litros e 600 litros.

Como usar uma máquina de preparar concreto

O uso da betoneira é bem simples, mas saber realizar a preparação correta do concreto é crucial. Só assim você poderá ter em mãos um material de alta qualidade.

Gif de três amigos rodopiando em cima de uma betoneira
A melhor maneira de utilizar uma máquina para preparar concreto é fazer a massa em um ângulo de 45°.

Para preparar concreto, faça uma mistura de água e cimento no primeiro período de uso do dia. Coloque todos os materiais e componentes necessários para realizar a mistura, erga o balão do aparelho e insira todos os materiais para ocupar, pelo menos, 80% da caçamba.

O mestre de obras terá de ter muito conhecimento para ser capaz de produzir o concreto. Para isto, ele terá que colocar os materiais na máquina na seguinte ordem: brita, metade da água, cimento, areia e o restante da água.

Ressaltamos também que a betoneira mistura primeiro a brita com a água. Em seguida, acrescenta os outros materiais com a máquina já funcionando.

Adicione também a quantidade dos agregados a ser utilizado na receita para o concreto com metade da água e deixe o material ser misturado durante um minuto. Em seguida, adicione o cimento, a areia, mais água e deixe batendo por mais tempo.

Ao terminar o uso do equipamento, deve-se lavar a betoneira com água para DESTRUIR possíveis partículas de concreto restantes ou argamassa residuais concentradas.

A melhor maneira de utilizar uma máquina para preparar concreto é fazer a massa em um ângulo de 45°.

A betoneira também mistura outros tipos de produtos, como, por exemplo, ração, adubo e plástico. Dessa forma, assumindo a função de um misturador.

Benefícios da máquina de preparar concreto

A betoneira tem sido muito utilizada durante anos nas construções para realizar a mistura dos elementos. Por que será? Conheça aqui os principais benefícios de se usar uma máquina para preparar concreto na sua obra.

Menor tempo de trabalho

A máquina de preparar concreto é capaz de preparar uma grande significativa de massa para concreto em menos de 15 minutos. A partir da adição dos materiais na medida certa e ela funciona. Alguns desses materiais são água, cimento, areia, entre outros.

Gif de um caminhão betoneira misturando concreto
No mercado, existem quatro tipos diferentes de máquinas para preparar concreto: a semi-fixa, a fixa, a automática e a móvel.

Por exemplo, as betoneiras com capacidade de 400 litros são capazes de produzir em média de 160 litros de concreto, nessa medida de tempo. Apenas necessitando que o profissional esteja a postos para colocar o material para a massa.

Se estivéssemos misturando manualmente, considerando os litros, o mestre de obra iria demorar cerca de 1 hora para a realização.

Maior produtividade da equipe

Não é preciso nem comentar que, quanto mais cansado o profissional está, menos ele é capaz de produzir.

Sem a máquina de preparar concreto, os obreiros levariam tempo a mais para realizar suas principais funções. Assim, geraria mais demanda financeira do mestre de obras para contratar mais funcionários.

Especialmente quando estão misturando e exercendo atividades manuais que requerem muito esforço físico.

Os obreiros não precisarão bater a massa durante horas para obter o resultado necessário, rendendo mais para a obra em termos de produtividade.

Manuseamento fácil

A máquina para preparar concreto não tem nenhum grande mistério para ser desvendado, o seu manuseio é bastante simples.

Gif de uma betoneira móvel, ou caminho betoneira, em funcionamento
As betoneiras precisam ficar com a abertura em um ângulo de 45° enquanto estiver ligada.

Entretanto, é recomendável utilizar o Equipamento de Proteção Individual (EPI) para tal. A maior preocupação dos obreiros é colocar a máquina em um ambiente onde ela fique estável, sem o risco dela de mover ou sair do local, provocando acidentes ou que fique fixa.

As betoneiras costumam ter um botão de segurança para que o seu desligamento seja ativado instantaneamente, para parar de funcionar em caso de acidentes no local de trabalho.

As betoneiras precisam ficar com a abertura em um ângulo de 45° enquanto estiverem ligadas.

Para usar as betoneiras elétricas é necessário prestar atenção no aterramento do local.

Para usar as movidas a gasolina, é preciso atentar o armazenamento do combustível utilizado.

Sua massa é mais econômica

Qualquer que seja a utilidade da sua máquina de preparar concreto, você irá notar que, o uso do equipamento deixará o concreto mais uniforme.

Operário manuseando uma máquina de preparar concreto
Seja para misturar cimento, argamassa, reboco ou concreto, você verá a diferença ao comparar com o trabalho de preparar manualmente.

Ele também evitará que você perca material que, em muitos casos, fica acumulado nos cantos da caixa. Seja para misturar cimento, argamassa, reboco ou concreto, você verá a diferença ao comparar com o trabalho de preparar manualmente.

Sendo essa a forma mais comum para contribuir com o vazamento da mistura.

A mão de obra também ficará mais barata, evitando a contratação de mais funcionários para o seu canteiro. Sem contar que eles não perderão mais tempo na tarefa, podendo canalizar suas energias para outras atribuições dentro do canteiro.

Equipamentos complementares para a máquina de preparar concreto

Em grandes construções, ou em casos mais específicos, utiliza-se uma bomba especial para impulsionar o concreto à altura necessária. Essa bomba é chamada bomba de concreto, que deve ser usada junto a uma central dosadora.

Bomba de concreto acoplada a um carro betoneira
No ramo da construção civil, as bombas de concreto são equipamentos que trazem mais velocidade à concretagem. Além de otimizarem o tempo para aplicação do concreto. E de quebra, ainda possibilitam um acabamento melhor.

Se a área está muito extensa, é recomendável usar o vibrador de concreto. Ele tem como função adensar a mistura, retirando as bolhas de ar concentradas internamente.

E para evitar problemas de entupimento na interrupção, ou na queda de energia, juntamente com a central dosadora deve ser usado um gerador de energia a gás ou óleo diesel. Assim, mantendo-a ligada por um curto período de tempo.

Operário segurando um capacete de construção
O protetor auricular é fundamental para qualquer operário, independente da obra.

Os profissionais que manuseiam a betoneira também devem adquirir um protetor auricular, pois é o equipamento de proteção individual mais importante para esse tipo de operário.

Tabela de traço

A mistura de todos os ingredientes necessários para se fazer o concreto é chamado de traço.

Os materiais são: água, areia, brita e cimento. Essa abreviação, como vimos no tópico anterior, é usada para dizer a quantidade total dos ingredientes que farão parte do traço.

Tabela de modelo de traço para betoneira
A principal dúvida dos mestres de obras é saber quantos sacos de cimento, por metro cúbico, devem ser utilizados. A tabela serve para ajudá-los a definir qual será a medida de cada material.

Em seguida, você terá que fazer as contas.

Como por exemplo, em um traço de concreto 1:2:3, se você tiver um saco de 50kg de cimento, ele terá 40 litros.

Nesse caso, você necessitará de 80 quilos de areia e 120 litros de brita. Ou seja, o dobro da água e o triplo de brita na quantidade usada de cimento em questão.

Essa unidade acaba sendo lida como x partes de cimento para x partes de areia e x partes de brita.

O traço geral consiste na seguinte equação: 1:a:p e 1:a”:p”. Isso levará em consideração as seguintes unidades:

  • a= valor do peso do agregado miúdo
  • p= valor do peso do agregado graúdo
  • a”= quantidade de volume do miúdo
  • p”= quantidade de volume do graúdo

*Equivalente a cada 1 kg de cimento.

Para realizar a medição de quantidade de água, a unidade usada será sempre o litro. É mais comum medir com padiolas também tal quantidade.

Mas é sempre importante seguir minuciosamente o traço do concreto. Tudo isso para um melhor aproveitamento dos seus materiais e para a sua obra.

Medidas

A quantidade dos materiais, seja em volume ou unidade, faz toda a diferença na preparação do seu concreto.

A principal dúvida dos mestres de obras é saber quantos sacos de cimento, por metro cúbico, devem ser utilizados.

Desenho com as unidades dos materiais a serem utilizados para preparar concreto
Quando mais úmida for a sua areia, menos litros de água você utilizará.

Em geral, utiliza-se um traço composto por 1:2:3, configuradas assim:

  • 1 parte de cimento
  • 2 partes de areia
  • 3 partes de brita

Em relação à água, como dito anteriormente, vale a pena identificar o grau de umidade da areia que você utilizará. Quando mais úmida for a sua areia, menos litros de água você utilizará.

Manutenção da máquina para preparar concreto

Garanta que sua betoneira fique em bom estado e funcionamento por mais tempo. Para isso, é necessário verificar e realizar uma série de procedimentos de tempos em tempos.

Atenção, as dicas a seguir devem ser realizadas sempre com a sua máquina desligada. Confira as formas de manutenção:

1. Higiene nas paredes e pás do equipamento

Ressaltando novamente: em primeiro lugar, certifique que a sua betoneira está desligada antes de iniciar a limpeza.

Assim, você evita choques elétricos e outros prováveis acidentes relacionados com a mistura de água e eletricidade.

Após cada utilização da sua betoneira, retire o excesso de sujeira das paredes e pás com uma mangueira de água. Mas, faça uso consciente para evitar o desperdício.

Faça esse procedimento antes do cimento secar internamente. Caso ele venha a secar, seu trabalho ficará muito mais difícil. E sem necessidade disso!

Para lavar a máquina, limpe as pás e toda a parede. Utilize também uma espátula para retirar o cimento endurecido. Verifique se parte do cimento está seco.

Caso esteja, você terá de utilizar uma lavadora de alta pressão. Só assim seu trabalho estará finalizado.

2. Limpeza do motor

O motor do equipamento também deve ser limpo periodicamente!

Para realizar a higienização do componente, utilize um compressor de ar ou soprador. Assim, você remove o excesso de pó.

Dessa forma também você acaba tomando cuidado para não danificar as partes sensíveis da sua betoneira e os fios.

3. Substituição dos pinhões da betoneira

Conhecida como pinhões, as engrenagens devem ser constantemente verificadas. Caso seja necessário, troque também estes componentes.

Pois os pinhões são quem auxiliam no movimento da betoneira. Ou seja, sua importância para o giro do equipamento é muito grande.

4. Lubrifique as peças

Lubrifique as peças diariamente. Ou conforme esteja indicado no manual do fabricante.

Esse procedimento é necessário para verificar se a lubrificação de todas as peças que compõem o motor estão adequadas.

Assim, você impede ruídos excessivos e desgastes das peças.

5. Chega de impactos!

É fundamental evitar impactos na sua máquina, seja nas partes internas ou externas. Eles podem causar danos estruturais ao equipamento.

Assim, é dever seu instruir todos os membros da equipe de obras que vão utilizar a máquina, para não bater no tambor.

Eles podem fazê-lo como uma forma de agilizar a retirada do material. Também tenha o mesmo cuidado quando for transportar a betoneira por aí.

6. Verifique as correias

Problemas na correia podem causar muitos acidentes e, na pior das hipóteses, levam a perda total da máquina.

Sendo assim, caso você perceba qualquer tipo de rachadura ou folgas nas correias, troque-as imediatamente.

7. Mantenha a máquina segura

Essa dica não é diretamente ligada à manutenção da sua máquina. Mesmo assim, é importante considera-lá. Por serem pesadas e possuírem um alto valor, as betoneiras são itens muito roubados dos canteiros de obras.

Apesar de serem pesadas e dificultarem que sejam levadas “completas”, os motores e demais peças dos equipamentos podem ser desconectados e, por isso, roubados. Então, solde o motor na estrutura de ferro da máquina e guarde a betoneira em local seguro, assim como outras máquinas.

8. Guarde a máquina com atenção

Os itens da betoneira são quase todos de metal e podem enferrujar. Por isso, se a sua betoneira permanecer inutilizada, verifique antes se ela está seca, limpa e armazenada em lugares que não sejam úmidos. Locais protegidos evitam que a ferrugem estrague sua máquina.

Também passe uma camada de óleo ou outro produto antiferrugem na sua betoneira.

Aproveite e confira máquinas para preparar concreto em oferta no Superbid.

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça seu comentário
Por favor entre com seu nome aqui