Nem sempre é simples gerenciar atividades dentro de empresas, seja ela pequena, média ou grande. Para facilitar os trabalhos braçais é preciso otimizar o transporte e movimentação de produtos, e essa é a hora em que a empilhadeira entra em ação e facilita esse serviço pesado. Por isso, saiba os tipos de empilhadeiras e a melhor para o seu serviço.

Esses veículos são ideais para auxiliar o trabalho dos colaboradores e facilitar a demanda de movimentar e empilhar. Além de ajudar e facilitar os processos, o equipamento garante mais velocidade na movimentação e organização da empresa.

Tipos de empilhadeiras
Empilhadeiras são grandes aliadas no trabalho pesado

O que é uma empilhadeira?

A empilhadeira é um veículo industrial utilizado para movimentar e transportar grandes volumes de cargas.

O equipamento é utilizado largamente em processos logísticos de diversos setores do mercado internacional: aéreo, terrestre, ferroviário e marítimo.

As principais peças que compõem uma empilhadeira são polia (ou correia), mastro (ou torre de elevação), correia de elevação, alavanca de controle de mastro, sistema hidráulico, plataforma de carregamento, garfo ou forquilha, chassi, compartimento motor e o teto da cabine.

Tipos de empilhadeiras

Como já falamos, as empilhadeiras são usadas para auxiliar a movimentação de cargas – seja no recebimento, armazenagem ou no carregamento do produto. Mas existem alguns tipos que se diferenciam por seu funcionamento e forma de uso.

Portanto, com os diversos tipos de empilhadeiras, é preciso saber as diferenças para encontrar o equipamento que mais condiz com o serviço da sua empresa.

Há empilhadeiras elétricas, outras movidas a gás liquefeito ou até mesmo a diesel.

Empilhadeiras
Existem diversos tipos de empilhadeiras: manual, elétrica e movidas a gás ou diesel

Além disso, existem as empilhadeiras manuais que são operadas com tarefa braçal, onde é preciso o esforço manual do operador.

Agora, vamos ver as características principais e meios de utilização de cada tipo de empilhadeira:

Empilhadeira elétrica

As empilhadeiras elétricas, como o próprio nome já diz, funcionam à base de energia elétrica de baterias. Isso faz com que o equipamento emita um baixo nível de ruído e se torne mais econômico e sustentável.

No entanto, em função disso, é recomendado que ela não circule em ambientes molhados e pisos irregulares, a fim de que funcione em sua máxima capacidade de uso.

Recomenda-se que esse tipo de empilhadeira fique guardada em locais protegidos de água.

Grande parte desse equipamento possui torre de elevação, o que permite manusear cargas em prateleiras que estão em níveis mais altos. Também existem tipos que são utilizados apenas para carregar cargas ao nível do solo.

A empilhadeira elétrica é ideal para ambientes internos, como depósitos, fábricas e armazéns. Já que sua base possui recuo, o que possibilita movimentar sem manobras, perfeito para espaços pequenos.

Empilhadeira a gás (GLP)

As empilhadeiras movidas a gás possuem uma capacidade de carga superior ao equipamento elétrico, porém emitem ruídos, fumaça e poluição.

Seu uso é recomendado em lugares cobertos ou fechados, mas devem possuir ventilação, já que em ambientes fechados a fumaça pode causar danos à saúde e ao meio ambiente.

O equipamento é muito utilizado na indústria alimentícia.

Empilhadeira a diesel

A principal vantagem das empilhadeiras a diesel é o fato do combustível ser comum e fácil de ser encontrado, tornando o custo operacional menor e mais acessível em relação ao cilindros utilizados nos equipamentos movidos a gás.

Sua capacidade de carga é muito maior do que qualquer outro tipo de empilhadeira.

São indicadas para manusear cargas pesadas e adaptáveis aos mais variados tipos de terrenos.

Empilhadeira a diesel
Empilhadeira a diesel é a solução ideal para utilização em cargas pesadas.

Combinação ideal entre potência e desempenho, o equipamento é recomendado para locais como pátios, docas, transportadoras e armazéns de grande porte.

Empilhadeira manual

Esse tipo de empilhadeira funciona através da força motriz, ou seja, necessita de trabalho braçal para colocá-la em funcionamento.

É importante dizer, que não é preciso um esforço físico exagerado para operar a máquina, existem mecanismos que facilitam muito sua operação, como sistemas de rolamento e roldanas que auxiliam na elevação da torre e tornam a tarefa menos pesada.

Empilhadeira portuária

Como o próprio nome já diz, esse tipo de empilhadeira é diferente dos outros tipos e do trabalho que realiza. Pois é indicado para operação nos processos de carga e descarga de navios.

Tipos de empilhadeiras
A empilhadeira portuária tem uma capacidade muito superior em relação as outras devido as cargas que transporta

Enquanto os outros tipos de equipamentos costumam carregar pequenas cargas por vez, as empilhadeiras portuárias são para uso em grande escala, o que otimiza e facilita com rapidez o processo de carga e descarga de navios.

A empilhadeira portuária suporta um peso superior muito maior que os outros modelos disponíveis no mercado, alguns veículos carregam e transportam toneladas de uma vez só.

Empilhadeira pneumática

O modelo de empilhadeira pneumática é movido a um sistema baseado na pressão do ar (energia pneumática). Esse tipo de equipamento costuma ser utilizado com frequência na construção civil e em áreas de mineração.

Como escolher a empilhadeira correta?

Muitos fatores devem ser analisados ao escolher uma empilhadeira, é preciso ver a mais adequada para a demanda do seu negócio.

Primeiramente, avalie as características do equipamento de acordo com suas necessidades de transporte e empilhamento de cargas.

Outro ponto importante que deve ser levado em consideração é o desempenho de carregamento em relação ao combustível e sua capacidade recomendada. Além do ambiente que o equipamento será operado.

E não se esqueça das características de segurança do veículo para evitar acidentes.

Ambiente externo ou interno

Esse é um fator extremamente importante ao escolher uma empilhadeira, analise o local em que o equipamento será utilizado: ambientes externos ou internos.

Os locais internos são onde o piso é mais liso e seco, por isso é recomendado o uso da empilhadeira elétrica.

Já em lugares externos, os terrenos geralmente são irregulares e o modelo adequado é a gás ou diesel.

Tipos de empilhadeiras
Existem empilhadeiras para ambientes internos e externos, avalie o ambiente correto de trabalho para uma boa execução

Armazenagem

Avalie o equipamento que tenha as características de acordo com a demanda do seu negócio. É fundamental saber onde ela será utilizada, por isso avalie a altura e largura dos corredores e vãos de passagem.

Manutenção

Para que a empilhadeira tenha um bom desempenho e vida útil duradoura, é importante que o equipamento passe por revisões periódicas.

Procure assistências técnicas autorizadas em sua região, fique atento ao período indicado para troca de óleo e filtros e substituição de peças caso seja necessário.

Empilhadeira
Faça a manutenção periódica da empilhadeira

Material transportado

É essencial identificar o tipo de carga que será movimentado e transportado pela empilhadeira.

Veja o peso, volume e resistência dos produtos e escolha o veículo que mais atende às necessidades do trabalho que será desempenhado. Por exemplo, materiais frágeis exigem o uso de pallets, portanto são necessárias máquinas específicas para a dimensão e volume.

As empilhadeiras já provaram otimizar os processos logísticos de uma empresa. A tecnologia de movimentar e empilhar materiais contribui para reduzir custos na área física, além de tornar as operações qualificadas e muito mais eficientes.

Encontre empilhadeiras para sua empresa no Superbid!

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça seu comentário
Por favor entre com seu nome aqui