veículo de placa vermelha no meio de uma rua

Qual o valor para mudança de categoria do carro?

Na atual economia, muitos brasileiros estão se desdobrando para fazer uma renda extra para pagar as dívidas no final do mês. Uma das principais atividades que muitos encontram são como motoristas de aplicativo. Mas não basta ter um carro para exercer a função, é necessário trocar a categoria do carro para ter a autorização para tal. E com isso, surge a dúvida: qual o valor para mudança de categoria?

Mas não só para quem deseja virar motorista de aplicativo que é preciso realizar a mudança de categoria. Quem tiver interesse em trabalhar também como chofer, ou o contrário, também deve realizar a troca.

E em todos os casos, um valor será atribuído, assim como demais burocracias e documentações para que tudo fique dentro dos conformes perante a lei.

Dentro deste artigo, você vai entender melhor sobre como o processo de troca funciona e, principalmente, ver quais são os valores para mudança de categoria.

O que é a categoria de um carro?

A categoria de um carro basicamente configura para qual fim terá o seu automóvel. Como assim? Existem muitas finalidades para qual um carro pode ter, e para cada uma, é preciso ter a autorização para tal.

Não é preciso nem dizer que, hoje em dia, os carros possuem bastante utilidade no cotidiano de diversos brasileiros.

veículo de placa vermelha no meio de uma rua
A diferença entre os veículos para transporte de terceiros autorizados e para uso pessoal está na placa. Os carros com placas vermelhas, como o da foto acima, confere veículos cujo motorista exercem atividade remunerada ao trafegar com eles. Já os carros com placas cinzas são para fins pessoais

É possível que motoristas aluguem os seus veículos para terceiros como uma forma de ganhar renda extra, da mesma forma que utilizem para serem motoristas de aplicativos.

Auto-escolas também podem ter veículos próprios para que seus alunos matriculados tenham lições práticas.

Empresas especializadas e até pessoas de terceira idade podem transformar os seus veículos particulares em carros para que um chofer os dirija por aí, ou seja, existem diversas utilidades para um automóvel hoje em dia.

motorista dirigindo um passageiro
Muitos brasileiros estão encontrando conforto e renda extra trabalhando como motoristas de aplicativo. Segundo estatísticas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mais de 4 milhões de brasileiros trabalham com operacionais de aplicativos

Lembrando que, para cada uma das utilidades, o veículo tem a sua placa específica:

  • Placa vermelha – os veículos que possuem a placa de cor vermelha são utilizados para transporte de carga ou de passageiros com fins remunerados para o motorista
  • Placa cinza – os veículos que possuem a placa de cor cinza são utilizados para transporte com fins particulares

Como mudar a categoria de um carro?

A mudança de categoria vai comprometer na atualização da Base de Dados do seu veículo do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) do seu estado.

mudança de categoria de veículo, vários carros enfileirados
É importante que o proprietário do veículo também passe por um processo de vistoria de identificação veicular. O procedimento é básico para qualquer tipo de troca, transferência, compra e venda de veículo usado e necessário para comprovar que todos os dados e características daquele modelo, de fato, constam nele a partir de uma perícia

Em seguida, será emitido um novo Certificado de Registro de Veículo (CRV) com a autorização que motivou a mudança: seja a transformação de particular para oficial, oficial para aluguel, particular para aprendizagem, entre outros. A troca também poderá ser feita com o processo invertido.

Após o procedimento, a placa do carro também deverá ser substituída.

Condições iniciais para mudança de categoria

No entanto, não basta para um valor para mudança de categoria. Antes que a sua solicitação seja atendida, existem algumas questões que precisam ser verificadas inicialmente para comprovar que o seu veículo está apto e dentro das leis para tal.

Solicitar o serviço no Detran do município de registro de veículo em posse

Aliás, é importante que o veículo não possua nenhum tipo de restrição, seja administrativa ou judicial, ligada a ele. Por exemplo, bloqueios administrativos, judiciais, apreensões e afins.

Outras formas de débito também ligados ao automóvel também devem ser quitados anteriormente. Por exemplo, multas, o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), assim como o seguro DPVAT.

Quem pode solicitar a mudança de categoria?

Mas calma, apesar de estar com toda a burocracia em dias, não é todo mundo que pode solicitar a mudança de categoria do seu automóvel.

Caberá ao proprietário do veículo, ou na maior das instâncias, um parente próximo, quando o veículo em questão se refere da pessoa física.

Veja aqui todos os usuários que poderão solicitar a mudança de categoria:

  • Veículo de pessoa física – o dono do veículo, um procurador do dono do veículo, um parente próximo do dono do veículo (por parente próximo entende-se conjugue, pais, irmãos e filhos) ou, no máximo, o companheiro do dono do carro.
  • Veículo de pessoa jurídica – Já no caso de um veículo cadastrado em um Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ), o proprietário ou o procurador responsável poderá solicitar a mudança de categoria sem maiores problemas.

Mudança de categoria

Agora que você sabe o que é o processo, quais são as condições iniciais e quem pode solicitar a transformação de título, antes de conferir qual o valor da mudança de categoria, confira o passo a passo de todo o procedimento completo para completar o procedimento com total eficácia.

Vistoria de identificação veicular

Você deverá levar o seu veículo também para uma unidade de vistoria de identificação veicular. Lá, será feita uma perícia para identificar a qualidade do seu carro e analisar se todas as características destacadas na documentação “batem” com o olho a olho.

Se tudo está dentro dos conformes. O procedimento é bem comum, especialmente quando surge a necessidade de compra ou venda de carros usados.

vistoria veicular para avaliação de mudança de categoria
O laudo da vistoria só tem validade dentro do município de onde foi realizada

Para realizar a vistoria, você pode se dirigir a uma unidade de identificação veicular ou em uma Empresa Credenciada de Vistoria (ECV).

Mas atenção, a sua vistoria pode ser aprovada ou reprovada. No caso de aprovação, você terá até 60 dias para realizar o procedimento de troca de placas, transferência, venda e afins, seja qual for a sua intenção.

Já no caso de reprovação, você terá de apresentar o seu carro para uma nova vistoria, mas sem a realização do pagamento da taxa dentro do prazo de 30 dias. Este, por sua vez, contado a partir da primeira consulta.

Documentação necessária

Independente da mudança ser procurada por você ou por um terceiro, a documentação protocolar geralmente será a mesma, somente com algumas variações (como no caso de uma procuração, por exemplo). Segue a lista:

  • Documento de identificação pessoal – original e cópia simples;
  • Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) – original e cópia simples;
  • Comprovante de endereço – original e cópia simples, com data de até 3 meses anteriores;
  • Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV) – original e cópia simples;
  • Certificado de Registro de Veículo (CRV) – original;
  • Laudo de vistoria de identificação veicular – original;
  • Comprovante de pagamento de débitos (tributos, multas ou encargos pendentes) – original;
  • Formulário Renavam – duas vias originais preenchidas;
  • Placa do veículo – original (dianteira e traseira).

Qual é o valor para mudança de categoria?

Para a mudança de categoria, fique atento aos seguintes valores pois existe uma variação dependendo do tipo da transformação a ser aplicada.

Taxa de missão do novo Certificado de Registro de Veículo (CRV)

  • Opção 1 – caso o licenciamento do veículo do seu carro ainda não tenha sido realizado, o valor a ser pago é de R$ 294,48.
  • Opção 2 – caso o licenciamento do veículo do seu carro já tenha sido realizado, o valor a ser pago é de R$ 204,28.

Taxa de lacração

Solicitação referente à nova placa do veículo, com recolhimento pelo número do recolhimento pelo número do RENAVAM.

  • Automóvel, caminhão ou ônibus: em um desses casos, o dono do veículo deverá solicitar um par de placas, no valor de R$ 132,84.
  • Moto: em um desses casos, o dono do veículo deverá solicitar um par de placas,no valor de R$ 110,36.
  • Reboque ou semirreboque: em um desses casos, o dono do veículo deverá solicitar um par de placas, no valor de R$ 114,40.

Multas e débitos

Calma aí! Não é porque você vai transferir o tipo de veículo que os seus débitos referentes a sua placa anterior vão magicamente desaparecer!

Como já foi dito anteriormente, débitos que estejam pendentes (multas, tributos e afins), deverão ser quitados ao mesmo tempo que todas as taxas supracitadas (como lacração e novo CRV).

Como realizar o pagamento do valor de mudança de categoria?

O pagamento é a menor das burocracias, já que o seu valor pode ser realizado de maneira bem simples. Basta seguir a uma das agência conveniadas ao Detran SP e realizar o pagamento de maneira prática. Segue a lista de todos os bancos onde você poderá pagar os seus boletos:

  • 001 – Banco do Brasil
  • 033 – Banco Santander
  • 104 – Banco CEF
  • 237 – Banco Bradesco
  • 341 – Banco Itaú
  • 389 – Banco Mercantil do Brasil – BMB
  • 422 – Banco Safra
  • 745 – Banco Citibank
  • 756 – Banco Bancoob – exclusivo para cooperativas

Conclusão

Realizar a mudança de categoria do seu carro não é um bicho de sete cabeças! Basta ter um pouco de atenção para toda a documentação e os protocolos necessários para que a sua empreitada, seja lá qual essa for, seja segura e dentro dos parâmetros da lei.

Mas fique atento para as multas e outras dívidas que ainda estão atrelados à sua placa anterior para que isso não seja um problema na hora de realizar a transformação de categoria.

Assim que o procedimento for validado e tudo estiver nos seus conformes, faça a relacração do seu veículo. O processo consiste na retirada da antiga placa e na substituição da nova unidade.

Atente-se somente ao prazo de até 30 dias após a emissão do novo documento do veículo (CRV), até lá, você ainda não poderá realizar a troca. E depois que o prazo passar, você também não poderá mais fazer a relacração. Por isso, cuidado!

Confira aqui como mudar a categoria da sua CNH passo a passo.

Teste Psicotécnico: tudo o que você precisa saber
Teste Psicotécnico: tudo o que você precisa saber
O que acontece quando um imóvel não é arrematado em leilão?
O que acontece quando um imóvel não é arrematado em leilão?

Posts Similares

2 Comments

  1. Ola bom dia tenho uma moto em nome da minha esposa como eu faço para colocar placa vermelha

    1. Olá, Filipe. Para a troca de placas, recomendamos que procure um despachante para que ele possa fazer o serviço correto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.