produtos que não vendem

Encalhou? 3 opções para produtos que não vendem

Você alguma vez já se deparou com vários itens parados em seu estoque? Isso pode acontecer por diversos motivos diferentes, incluindo até mesmo problemas com a gestão e conhecimento do estoque. Mas o que será que dá para fazer com produtos que não vendem e ficam sem movimentação?

Os produtos parados podem ser resultado de alguns erros, como não conhecer o estoque e acabar adquirindo mais produtos do que vende, e fatores sazonais, em que os itens vendem bem apenas em determinados períodos – como são os casos de roupas que estão na moda e roupas da estação.

Cadastre-se no site

No entanto, só porque a mercadoria está parada, não significa nem que ela não está gerando prejuízo e nem que ela  não possa te gerar lucros. O ideal é montar uma estratégia para movimentar seu estoque e evitar que os itens fiquem parados por muito tempo.

Pensando em te auxiliar, separamos um post com 3 alternativas para seus itens que estão parados no estoque. Confira a seguir!

Por que não devo ter um estoque parado?

Produtos que não vendem: faturamento baixo

Muitas pessoas não conhecem os riscos de ter um estoque parado, especialmente porque imaginam que se o item permanece ali, a empresa não está perdendo dinheiro. Afinal, tecnicamente, a peça não foi desperdiçada.

um dos maiores problemas causados pelo estoque parado é o baixo faturamento por conta de produtos que não vendem
Um dos maiores problemas causados pelo estoque parado é o baixo faturamento por conta de produtos que não vendem

O que acontece é que todo o seu estoque representa um capital de investimento da sua empresa. Ou seja, sempre que um item fica sem saída, o capital de giro será reduzido. Com o passar do tempo e com o acúmulo de itens parados em estoque, a empresa pode até sofrer financeiramente e entrar no vermelho.

Um exemplo comum dessas situações é quando uma empresa investe um valor muito alto em produtos que são difíceis de vender, sendo necessário um gasto extra para manter a mercadoria em estoque.

Produtos alimentícios que requerem refrigeração são um grande exemplo de itens que geram um grande prejuízo quando ficam parados em estoque.

Isso porque a empresa começa a acumular itens refrigerados dentro de um freezer, que em pouco tempo pode se tornar pequeno, aumentando a necessidade de aquisição de um novo equipamento.

Isso também pode limitar a empresa a adquirir novos produtos, já que os itens parados tomam o espaço das novas mercadorias dentro do estoque.

Produtos que não vendem causam dívidas

Com os custos extras para manter o produto em estoque, a empresa começa a operar no vermelho, especialmente se não tiver uma reserva para emergências, resultando em um ciclo vicioso de empréstimos e dívidas acumuladas ao passar dos meses.

Isso nem sempre acontece quando o produto fica em estoque por alguns meses, especialmente se forem itens como roupas que são fáceis de armazenar. No entanto, se a empresa continuar acumulando estoque, estará gastando mais e faturando menos, prejudicando o caixa da empresa.

Perda do produto

Outro grande risco em manter grandes quantidades de itens parados no estoque é a perda total do produto, especialmente se o produto for alimentício e tiver data de validade.

Mas, diferente do que muitos imaginam, não são apenas os alimentos que geram prejuízos de perda para as empresas: roupas, materiais de construção, sapatos, bolsas, joias etc, também começam a se deteriorar com o tempo se não forem armazenados corretamente.

alguns itens podem se deteriorar no estoque com o passar dos meses, causando prejuízo para a empresa
Alguns itens podem se deteriorar no estoque com o passar dos meses, causando prejuízo para a empresa

Isso porque a grande maioria dos produtos começam a se deteriorar devido a temperatura e umidade dos estoques ou pela sazonalidade. 

Se o seu estoque de roupas de inverno for muito grande e você não conseguir vender tudo antes da estação terminar, dificilmente conseguirá movimentar seu estoque durante o verão. Em muitos casos, devido às mudanças na moda, você poderá perder totalmente a peça se ela não estiver em alta no próximo ano.

3 Opções para produtos que não vendem

1. Promoções

A primeira opção para seus produtos que estão parados em estoque é promover promoções e descontos, e talvez até fazer uma queima de estoque ou um outlet na sua loja. Isso fará com que pessoas que pesquisam por preços mais em conta sejam atraídos pelas promoções, aumentando o capital de giro da empresa e ainda conquistando novos clientes.

produtos que não vendem: faça promoções para aumentar o faturamento
Faça promoções para aumentar o faturamento

Uma dica é investir nas redes sociais e em Live Shops, que nada mais são do que lives de venda de produtos, especialmente para queima de estoque. Nessas lives, as empresas costumam colocar os itens com 50% de desconto ou tudo por R$30, por exemplo, para atrair mais clientes e aumentar o ticket médio das vendas.

Lembre-se, porém, que para colocar as promoções no seu produto, é necessário fazer o cálculo para evitar possíveis prejuízos.

2. Faça combos promocionais

Outra dica para produtos que não vendem é fazer combos dos produtos parados com os itens que mais têm saída e aplicar uma promoção no kit. Por exemplo, uma blusa que está em alta que tem o valor de venda de R$60 e uma calça que não tem saída no valor de R$120, podem formar um combo no valor de R$140.

Esses combos são uma excelente forma de chamar a atenção do cliente, que se sentirá beneficiado pela promoção e aquisição de mais de uma peça por um preço mais em conta. No final, a empresa pode acabar tendo um lucro maior com a venda dos kits do que com as vendas individuais pela grande quantidade de vendas.

3. Use os itens para outras finalidades

Alguns itens específicos que não têm saída podem ser usados para brindes para compras acima de X reais, por exemplo. Isso não somente deixará o cliente interessado em ganhar um brinde, como também auxiliará a empresa a zerar o estoque parado sem sair no prejuízo, já que essa ação pode ser vista como um investimento.

Como resultado, você melhora o relacionamento do cliente com a empresa, muitas vezes até fidelizando seus consumidores.

Outra alternativa é oferecer esses itens como brinde de lançamentos de produtos novos, e adicionar uma pequena margem no preço final das peças de lançamento para compensar o brinde. Essa estratégia é uma forma de evitar que você acabe perdendo tanto investimento com os brindes, especialmente se forem itens de valor de aquisição mais altos.

Cadastre-se no site

Agora que você viu o que pode fazer com produtos que não vendem, use nossas dicas para movimentar seu estoque e evitar que os itens fiquem parados durante muitos meses. Com isso, o capital de giro da sua empresa será beneficiado, e você evita riscos de prejuízos com mercadorias estocadas.

Veja todas as possibilidades e vantagens de vender no Marketplace da Superbid e movimentar seu estoque parado. Acesse a página de Vendas e confira todas as informações.

Gostou deste conteúdo? Então confira outros que estão disponíveis em nosso blog clicando aqui! A Superbid ajuda você a corrigir os problemas com estoque parado e produtos que não vendem.

Plataformas elevatórias: Tudo o que você precisa saber
Plataformas elevatórias: Tudo o que você precisa saber
Checklist para utilização de plataformas elevatórias
Checklist para utilização de plataformas elevatórias

Posts Similares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.