Devolver amigavelmente o carro financiado

Devolver amigavelmente o carro financiado: é possível? Veja o passo a passo completo

Financiar um veículo é uma das opções mais escolhidas pelos brasileiros que desejam comprar seu primeiro carro. Assim, fica mais fácil conseguir adquirir um automóvel sem ter que desembolsar todo o valor integral. No entanto, em alguns casos, a parcela começa a pesar no orçamento da família, sendo necessário repensar no negócio. Mas será que dá para devolver amigavelmente o carro financiado?

Diferente do que se imagina, caso você não consiga arcar com os custos do financiamento de um veículo, é sim possível que você devolva o automóvel e cancele as parcelas.

Porém, o processo nem sempre é tão simples quanto parece, e pode ser necessário um processo burocrático para resolver a situação.

Pensando em lhe auxiliar nesse assunto, separamos um post falando mais sobre as formas de devolver um carro financiado de forma amigável. Confira!

Santander realiza super leilão de imóveis com descontos de até 60% e lances a partir de R$ 42 mil!

  

Categoria leilão de carros

O que é a devolução amigável?

A devolução amigável acontece quando a empresa ou banco que fez o financiamento entra em contato com você para resolver a situação de débito da dívida.

Nessa ocasião, a empresa oferecerá algumas propostas, e caso cheguem à conclusão de que o problema financeiro não é passageiro, poderá surgir a possibilidade de uma devolução amigável do veículo para que ele não entre em busca e apreensão ou algo do tipo.

a devolução amigável acontece quando há um acordo entre as duas partes
a devolução amigável acontece quando há um acordo entre as duas partes

Nesse tipo de negociação, a ideia é que nenhuma das partes saia perdendo. Isto é: você terá sua dívida quitada e a instituição financeira ficará com o bem para ela.

Vale ressaltar que para que isso seja possível, o automóvel deve estar em boas condições de uso e excelente estado de conservação.

A partir da proposta, a instituição fará uma análise de cada caso de maneira específica e particular, a fim de avaliar as condições da entrega do veículo e do valor do carro, além da situação em que a dívida se encontra naquele momento.

As duas formas de devolver amigavelmente o carro financiado

Normalmente as empresas trabalham com duas formas de devolução do veículo financiado amigavelmente: a quitação parcial e a quitação total.

Quitação parcial

Nesse caso, mesmo que o veículo seja devolvido de forma amigável, a dívida não fica totalmente quitada.

Isso acontece porque o carro vai para leilão e muitas vezes acaba sendo arrematado por um valor menor do que a dívida que a pessoa tem com a instituição.

Quando o veículo é arrematado por um valor que não cobre a dívida, a pessoa terá que pagar o valor restante do financiamento. Por exemplo, se o seu financiamento era de 45 parcelas de R$1.200, você já tinha pago 12 parcelas e o carro foi vendido a leilão por R$27.000, você terá que pagar o restante de R$12.600.

Quitação total

Já nesse caso, acontece a quitação total do veículo por meio da entrega do carro para a financeira, que encara o financiamento como dívida perdoada. Assim, você não fica com débitos com a instituição.

A desvantagem é que, ao escolher esse tipo de quitação, você dificilmente conseguirá realizar outros tipos de financiamentos, já que seu nome ficará “manchado” por não quitação da dívida.

Além disso, sua pontuação em uma nova análise de crédito será menor depois que você optar por esse tipo de devolução.

Como devolver amigavelmente o carro financiado

Depois de verificar com a instituição quais as melhores formas de devolução do veículo e analisar as duas opções, você deverá escolher aquela que melhor se enquadra na sua situação financeira atual.

Porém, esse tipo de negociação só é possível quando a instituição aceita o carro de volta, já que em alguns casos a empresa pode não aceitar a devolução do item financiado.

esse tipo de negociação só pode ser feita se a empresa aceitar a devolução
esse tipo de negociação só pode ser feita se a empresa aceitar a devolução

Caso ela aceite, enviará um profissional qualificado para fazer uma vistoria no seu carro para analisar como está as condições de uso e conservação.

Se a situação estiver boa, você deverá ir até um cartório para solicitar a transferência do carro ou assinatura do contrato de entrega amigável.

Categoria leilão de carros

Em casos de quitação parcial, a empresa enviará um novo boleto com os valores restantes da dívida, de acordo com o valor vendido em leilão.

Para que o acordo seja firmado entre você e a instituição financeira, será necessário assinar alguns documentos, como o termo de entrega amigável e confissão de dívida.

Termo de entrega amigável e confissão de dívida

Depois que você conversou com a empresa, o profissional fez a vistoria e o carro foi leiloado ou entregue de volta para a instituição, ela poderá solicitar a assinatura de um novo contrato, que recebe o nome de Termo de entrega amigável e confissão de dívida.

Por meio desse documento você estará confessando a dívida que você tem com a empresa, e dá garantia para a instituição de que ela receberá a quantia que você está devendo.

Hoje em dia esse é um dos termos mais usados para resolver situações de devolução de veículos financiados, mas também pode ser usado em casos de devolução de outros tipos de financiamento feito de forma amigável.

Por meio deste termo, o cliente reconhece que tem uma dívida com aquela empresa e se compromete a quitá-la, podendo resultar em ações judiciais caso o débito não seja pago na data prevista.

Vale lembrar que, como o automóvel já integra parte do pagamento da dívida, você assume a responsabilidade de pagar o restante da dívida apenas na modalidade de quitação parcial.

Caso a empresa ofereça a opção de quitação total e você tenha que apenas entregar o veículo para quitar o débito, não será necessário assinar o termo de dívida.

Devolver amigavelmente o carro financiado: renegociação da dívida

Outra opção que também é considerada amigável, mas que não leva à devolução do veículo é a renegociação da dívida.

Nesse caso, você entrará em contato com a empresa para renegociar os juros e parcelas, e explicará a situação em que você se encontra para tentar quitar os débitos, sem que seja necessário devolver o seu automóvel.

você também poderá tentar renegociar a dívida e financiamento
você também poderá tentar renegociar a dívida e financiamento

O ponto negativo, nesse caso, é que os juros podem ser mais altos, mas ainda é possível negociar os juros das parcelas em atraso e tentar um valor menor para que a empresa possa receber a quantia em atraso e você quitar as parcelas atrasadas.

Categoria leilão de carros

Agora que você aprendeu a como devolver amigavelmente o carro financiado, entre em contato com instituição financeira que fez seu financiamento para verificar qual tipo de quitação ela aceita.

Feito isso, analise qual é a melhor forma de quitação para você, considerando novos financiamentos futuros.

Pensando em refinanciar a sua dívida e pegar um veículo mais barato? O leilão de carro é a forma mais em conta de comprar um veículo hoje em dia!

Aqui no Marketplace Superbid você encontra diversas ofertas de veículos e, através de nosso blog, você confere os lotes em aberto em primeira mão!

Clique aqui e veja tudo sobre leilões e veículos!

Posts Similares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *