O uso de galpões é muito comum em empresas, independentemente do ramo de atuação. Afinal, são nos galpões que ficam estocadas as mercadorias para comercialização. Por isso, além de ficar atento às características de um galpão perfeito, você também deve entender o que são galpões logísticos e como eles funcionam.

Um galpão é uma estratégia que a maioria das empresas utilizam para melhorar o setor de armazenagem, além de auxiliar na agilização dos processos logísticos. Porém, para que você consiga fazer um bom investimento, o ideal é seguir algumas recomendações. Isso evitará diversos problemas e dores de cabeça futuras.

Para lhe ajudar a entender o que são galpões logísticos, como funcionam e quais os benefícios, separamos alguns tópicos importantes sobre o assunto. Confira a seguir!

O que são galpões logísticos?

Um galpão logístico é um espaço para desenvolvimento de operações logísticas que incluem: recebimento, armazenagem, separação e distribuição de mercadorias. Ou seja, um galpão logístico é um local para fazer a estocagem e a manipulação de cargas e materiais dos mais diversos tipos.

Quais são as vantagens de um galpão logístico?

As duas principais vantagens de um galpão logístico são:

Mais chances de expansão

Um galpão logístico ajudará a empresa a expandir as operações, já que contará com um espaço maior e com mais recursos para colocar cada uma dessas operações em prática. Além do mais, a possibilidade de descentralizar o estoque e até mesmo processos de produção impactam diretamente no desempenho e eficiência da empresa, principalmente nos setores de transportes e distribuição.

Estrutura adequada

Com a estrutura adequada, o galpão logístico é ideal para receber operações logísticas e estoques. Com isso, o processo fica muito mais prático, mais barato e mais rápido.

os galpões disponibilizam uma estrutura completa para a empresa conseguir realizar os trabalhos logísticos de forma otimizada
Os galpões disponibilizam uma estrutura completa para a empresa conseguir realizar os trabalhos logísticos de forma otimizada

Alguns desses galpões ainda contam com serviços modernos e de qualidade, que atendem de forma otimizada às necessidades da empresa. Por terem sido construídos exatamente para essa finalidade, costumam suprir toda a demanda da empresa em questões logísticas.

Como escolher o melhor entre os galpões logísticos?

Área de empreendimento

Antes de adquirir o galpão para a sua empresa, é importante que você analise as dimensões necessárias para executar os processos que são realizados pela empresa. Afinal, é nesse espaço que será feita a estocagem da mercadoria e maior parte dos trabalhos logísticos, e é importante que ele atenda às necessidades do seu negócio.

Piso

É fundamental que o piso do galpão tenha capacidade de suportar aproximadamente 6 toneladas por m², já que você deve levar em consideração os tipos de transportes que são usados na parte interna, como empilhadeiras.

o piso do galpão deve suportar o peso das mercadorias, máquinas e também a circulação dos funcionários
O piso do galpão deve suportar o peso das mercadorias, máquinas e também a circulação dos funcionários

Além disso, também é importante levar em conta a circulação de outras máquinas e funcionários, bem como o volume de carga armazenado.

Altura do galpão

A altura do galpão, chamada também de pé direito, deve ser por volta dos 10 a 15 metros de altura, garantindo assim uma boa ventilação na área interna. Em conjunto, uma altura ideal ajuda com que as mercadorias possam ser empilhadas, por isso, quanto mais alto for o galpão, mais espaço você terá para a estocagem.

Proteção contra incêndio

Muitas empresas acabam perdendo milhares de mercadoria em decorrência de incêndios nos galpões. E não somente para manter as mercadorias seguras, uma proteção contra incêndio garante também a segurança dos colaboradores.

Alguns modelos são obrigados a ter essa proteção, mas o ideal é que todos sigam as normas, como instalação de sprinkles e extintor de incêndio.

Uma dica é seguir as medidas mais usadas atualmente, que são instalações de compartimentações dentro do galpão, criando uma subdivisão do espaço. Assim, cria-se ambientes em que o incêndio pode ser controlado sem danificar o espaço inteiro.

Quais são as tendências de galpões logísticos no Brasil?

Estrutura e cobertura

Os modelos mais tradicionais de galpões logísticos são construídos em concreto, de forma pré-moldada. Essa maneira de edificar esses ambientes foi criada como uma alternativa para reduzir desperdícios, custos e tempo de obra. 

No entanto, nos últimos anos as estruturas sofreram uma mudança para modelos mistos, em que a cobertura não é mais feita com concreto e sim, com telhas e materiais metálicos.

atualmente, a cobertura dos galpões logísticos têm sido feitas com material metálico por ser mais econômico
Atualmente, a cobertura dos galpões logísticos têm sido feitas com material metálico por ser mais econômico

Esse modelo atual acaba sendo mais econômico e, independentemente se o modelo escolhido para o seu negócio for pré-moldado ou misto, é importante que ele siga as regras determinadas pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) e governo local.

Fechamento

Outro item que sofre grandes alterações ao passar do tempo é o fechamento dos galpões logísticos nas laterias. Antigamente, usava-se telhas metálicas nas estruturas pré-moldadas, mas um sistema bastante famoso nos Estados Unidos chamado tilt-up começou a chamar atenção aqui no Brasil por sua eficiência.

Esse sistema apresenta fechamentos ou paredes com bases de concreto, e são feitas de forma pré-moldada in loco. Isto é: diretamente no canteiro de obras.

O processo prepara a peça até que atinja a resistência necessária em sua criação, que em seguida, são escoradas no galpão na posição que devem ficar.

Apesar de apresentar benefícios no que diz respeito à estrutura do galpão e agilizar a obra, ainda são a minoria dos galpões brasileiros que contam com esse sistema.

Sustentabilidade

A sustentabilidade vem se tornando algo comum em diversos mercados, incluindo também a construção de galpões logísticos. Algumas práticas e soluções estão sendo usadas cada vez mais para incluir a sustentabilidade também nessas construções, como:

  • Utilização de ventilação natural;
  • Tratamento de água e esgoto;
  • Uso da luz natural por meio de telhas translúcidas;
  • Uso de áreas verdes no ambiente interno e paisagismo;
  • Aquecimento solar;
  • Equipamentos para diminuir o consumo elétrico como sensores de presença e lâmpadas de LED;
  • Materiais sustentáveis como reciclados;
  • Coleta de lixo seletiva;
  • Climatização otimizada;
  • Inclusão de painéis de energia solar.

    uma das estruturas mais usadas em galpões para aumentar a sustentabilidade e reduzir custos com energia são os painéis de energia solar
    Uma das estruturas mais usadas em galpões para aumentar a sustentabilidade e reduzir custos com energia são os painéis de energia solar

No entanto, ainda não são todos os galpões logísticos que usam esse tipo de recurso. Sendo assim, alguns proprietários optam por ambientes que atendam às necessidades da empresa e implementam algumas mudanças que melhorem não somente o impacto no meio ambiente, mas também o gasto de energia, como painéis de aquecimento solar e luzes de LED.

Depois de conferir o que são galpões logísticos e para que servem, não deixe de seguir as nossas dicas na hora de escolher o galpão ideal para a sua empresa. Dessa forma, você evitará possíveis dores de cabeça no futuro por falta de espaço e até mesmo mau funcionamento da estrutura.

Pensando em comprar um galpão novo para a sua empresa? Dá uma olhada nas oportunidades do Superbid Marketplace!

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça seu comentário
Por favor entre com seu nome aqui