sucata

Mercado de Sucatas: visão geral desse lucrativo mercado

O mercado de sucatas representa um ponto muito importante da economia mundial. Especialmente agora, com o acréscimo de popularidade de temáticas como a preservação do meio ambiente e sustentabilidade.

Isso porque a nação está sendo assolada por problemas climáticos e a degradação do planeta. Desta forma, não poderíamos não discutir sobre a sucata. 

Afinal de contas, a sucata e seus derivados possuem um grau de importância massivo no que se diz respeito à preservação de recursos naturais, entre outros.

Isso sem contar na imensa possibilidade de reaproveitamento destes resíduos. Aliás, existe um mercado de compra e venda de sucata que representa a saída para os problemas supracitados. 

Isso porque a sucata também permite que a transformação e reutilização sem haver a perda das suas principais qualidade e propriedades. Desta forma, existem muitas vantagens no mercado de sua compra e venda — e que gera um grande lucro.

Aliás, diversas empresas podem entrar no segmento. Basta descobrirem que existe a possibilidade de obter lucro, ao invés de somente descartá-las (e muitas vezes de forma inapropriada) por aí. 

peças de sucata em um galpão
Felizmente, muitos empresários já entenderam o potencial financeiro e benéfico para o meio ambiente do mercado de sucatas. Por isso o mercado está em alta.

Além do potencial econômico e da possibilidade de melhoria do meio ambiente, o mercado de sucatas também ajuda a evitar o depósito de resíduos de forma inadequada nos lixões e aterros sanitários no país, reduzindo o seu custo para o meio ambiente e social.

Ficou interessado sobre o mercado de sucatas? Acompanhe a leitura para saber mais.

Mercado de sucata: o que é a sucata?

O termo sucata pode ser definido como o material restante de um processo de produção, seja industrial ou não. Ou aquele conteúdo que não pode ser mais utilizado para determinada finalidade segundo o seu principal objetivo, seja por qualquer motivo (como o material estar quebrado, estragado, indevido, etc).

baterias descartadas
Existem também outros termos para a sucata, como “e-lixo”, utilizada para se referir aos resíduos tecnológicos e eletrônicos restantes de indústrias de produção. 

Por falar em sucata, é preciso ter em mente este pensamento: boa parte dos produtos que usamos no nosso cotidiano são projetados para “durar pouco” — fenômeno intitulado obsolescência programada.

Assim, consertar e reaproveitar notebooks ou smartphones, por exemplo, pode sair mais caro do que adquirir um novo. Então, em muitos casos, esses itens são descartados nos lixões. 

Cadastre-se no site

Considerando essa tendência, o sistema de consumo e descarte da nossa sociedade é responsável por gerar toneladas de lixo que são diretamente jogados nos aterros sanitários diariamente.

Esse descarta desenfreado é responsável por prejudicar o solo e disseminar doenças. Sem contar que o volume abundante desses resíduos poderiam ser reutilizados em outros processos de produção industrial.

pilha de sucata
O mercado de sucata é fundamental para dar fim a esse descarte desenfreado e tornar a extração de recursos naturais menos finita e cada vez menos escassa. 

Também é importante desmistificar a lenda de que um resíduo proveniente da sobra de produção deve ser inutilizado. Muito pelo contrário, um descarte pode facilmente servir como matéria-prima em outro processo produtivo, ou como subproduto de algum modelo de produção, desta forma, gerando novos itens para o consumo das pessoas. 

Sabendo desse cenário, algumas empresas já entenderam da importância do mercado de sucata, assim como alguns órgãos públicos. Esse movimento é importante e precisa ser cada vez mais disseminado, pois, ao ser colocado em prática, ele é capaz de trazer inúmeros benefícios para a sociedade e a economia.

O mercado de sucata também faz parte do conceito de economia circular, uma forma muito praticada de colocar os valores sustentáveis em destaque. 

O mercado de sucata e a economia circular

Segundo a Organização Internacional de Normalização (ISO), o conceito de Economia Circular pode ser definido da seguinte maneira: “é um sistema econômico que utiliza uma abordagem sistêmica para manter o fluxo circular dos recursos, por meio da adição, retenção e regeneração de seu valor, contribuindo para o desenvolvimento sustentável.”

Assim, é possível apontar que um dos principais aspectos da economia circular é justamente priorizar insumos duráveis, renováveis e recicláveis.

Por trás desse conceito, há também a necessidade de dar um olhar e repensar a forma como os produtos são originalmente desenvolvidos e tentar estabelecer um modelo diferente, seja de produção, design, comercialização para garantir a melhoria do seu uso, além da recuperação dos recursos naturais dos itens em questão. 

Também é possível dizer que se trata de uma proposta que soma e retém o valor de recursos. Sem contar na forma como auxilia na regeneração do meio ambiente, buscando evitar que recursos naturais sejam novamente utilizados para o fim em comum, e também evitam poluição da fauna, flora e do meio ambiente. 

O mercado de sucata atua diretamente na promoção da economia circular, seja na fabricação de novos itens e produtos através do reaproveitamento de descartes.

Desta forma, também é capaz de gerar mais investimentos na economia, geração de empregos e outras oportunidades profissionais, reduz o custo de processos de produção, entre outros benefícios. 

Divisão dos entulhos e oportunidades de negócio no mercado de sucatas

Geralmente, a sucata tem uma divisão para permitir seu rápido acesso e manuseio. Veja as formas que os descartes podem ser categorizados a seguir: 

Sucatas metálicas, incluindo:

  • Sucata de ferro;
  • Sucata de aço;
  • Sucata de alumínio;
  • Sucata de cobre;
  • Zinco;
  • Magnésio.

Sucatas não metálicas, como:

  • Sucata de plástico;
  • Sucata de vidro;
  • Sucata de papel;
  • Sucata de borracha;
  • Sucatas eletrônicas e de informática.

Oportunidades de negócio

Felizmente, muitos empresários já entenderam o potencial financeiro e benéfico para o meio ambiente do mercado de sucatas. Desta forma, o número de empresas que vêm ligando com o manuseio correto de resíduos de descarte está crescendo bastante. 

entulhos em um mercado de sucatas na holanda
Por meio do mercado de resíduos os compradores, vendedores e outros profissionais inseridos neste mercado conseguirão negociar os descartes e sem perder todos os benefícios e vantagens econômicas com a troca desses materiais. 

Isso acontece por meio de empresas que passaram a arrecadar as sucatas e estabeleceram um processo de separação, limpeza, readequação dos descartes, entre outras formas de se lidar com o material. Contudo, isso não se trata de um processo fácil e simples.

Existem muitas etapas e empresas que se especializam em partes específicas do processo, cada uma procurando investir seus recursos na capacitação de profissionais que possam lidar com essa separação de material, ou em tecnologia para facilitar os processos presentes nessa cadeia sustentável. 

Também há muitas indústrias que se dedicam para entregar os descartes em devida ordem para os seus parceiros. E por devida ordem entenda por resíduos ordenados, limpos e prontos para a implementação futura em outra cadeira de produção.

Além disso, existem cooperativas atuantes na separação adequada do que pode se qualificar como sucata. Assim, o trabalho de otimizar e viabilizar os resíduos para a cadeia já está aplicado.

Compra e venda de sucata e as PNRS

Para regularizar o mercado de sucatas, como qualquer outro modelo de negócio, foram criadas algumas leis com a intenção de controlar o descarte adequado de resíduos. Com isso, o grau de atenção para com a compra e venda de sucata também aumentou significantemente.

Por exemplo, para motivar novos projetos e assim, foram criadas a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) e a Logística Reversa. 

entulho de sucatas
Dentro do mercado de resíduos estão empresas que geram o material e as que o buscam para compra. Também estão as empresas capacitadas e licenciadas para transportar e tratar da sucata. A partir daí, é estabelecida uma comunicação entre a empresa geradora e os interessados na compra.

Ambos procuram regular itens que estão localizados em diversos ambientes, desde os ferros-velhos até os grandes centros industriais. Isso só comprova como a questão da sucata ganhou um nível maior de importância, e passou a ser vista como uma oportunidade de negócio para diversas companhias. 

Com diretrizes para os descartes gerados por empresas, a Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei 12.305/2010) opera com a redução, reutilização e reciclagem dos descartes, mas procurando, em primeiro lugar, reconhecer o seu valor para a sociedade, tanto em termos de economia como para o meio ambiente e sociedade.

O destino dos descartes também pode se transformar em lucro. Isso uma vez que as empresas passem a descartas o material apropriadamente no mercado de compra e venda de sucata. Toda essa cadeia compreende o ciclo que faz parte da ferramenta conhecida como o mercado de resíduos. 

O mercado de resíduos em resumo

Embora esteja em alta, muitas empresas encontram dificuldades para ingressar no mercado de venda e compra de resíduos de descarte. Isso porque pode ser complicado estruturar seu modelo de negócio, além de entender como vender os resíduos apropriadamente — levando em conta se ele poderá ou não ser reaproveitado.

peças de máquinas jogadas em um terreno, fomentando o mercado de resíduos
Um dos principais objetivos das empresas que desejam cumprir as exigências ambientais é dispor de forma adequada os resíduos, visando minimizar os custos e maximizar a segurança. Investir na compra e venda de sucata auxilia o seu empreendimento a cumprir esses quesitos.

Assim, o mercado de resíduos tem como dever ajudar a solucionar a questão da compra e venda desses materiais por meio de um ambiente capaz de oferecer praticidade, comodidade, segurança e outros fatores para as empresas que buscam uma maneira de lucrar com a venda de resíduos e o cumprimento das leis e ordens das legislações ambientais.

Por meio do mercado de resíduos os compradores, vendedores e outros profissionais inseridos neste mercado conseguirão negociar os descartes e sem perder todos os benefícios e vantagens econômicas com a troca desses materiais. 

Resíduos de sucatas mais comprados e vendidos do mercado de sucatas

Conheça aqui os resíduos de sucata mais vendidos e comprados do mercado. Lembrando também que existem também empresas que trabalham com a venda de sucata por meio de leilões.

Sucata de ferro

É todo o tipo de sucata feita com material de ferro e aço carbono solto ou em fardos como: sólidos laminados e fundidos, tubos, barras, limalhas e cavacos, bobinas e chapas.

Automóveis também podem ser considerados um tipo de sucata de ferro, assim como trens, navios, vagões, trilhos ferroviários e rodas.

Esse tipo de material é muito usado na construção mecânica, além de poder substituir o aço em várias aplicações trazendo grandes vantagens.

Sucata de alumínio

Elemento metálico extraído de bauxita purificada por eletrólise, o alumínio é considerado um material macio e maleável quando puro. Porém, pode ter a sua dureza aumentada por endurecedores.

Esse material é resultado de trabalhos feitos em grande número de ligas. Os elementos utilizados nessas ligas são o cobre, magnésio, silício, zinco e manganês.

Graças às propriedades de dureza, leveza, condutividade elétricas e resistência à corrosão dessas ligas, o alumínio é apropriado para uma diversos usos diferentes. Entre eles estão: construção de aviões, veículos, edifícios e cabos de potência aéreos.

Sucata de aço inox

O aço inoxidável é bastante conhecido entre as pessoas que buscam um material que não enferruje. Essa reação acontece pois o material contém 10,5% de cromo como principal elemento de liga em sua composição.

Alguns dos aços inoxidáveis possuem mais de 30% desse elemento ou menos de 50% de ferro. Isso contribui para que não oxidem em ambientes normais.

Sua resistência é resultado da formação de um óxido protetor que impede o contato do metal base com a atmosfera agressiva. Para se obter características mecânicas particulares, é possível adicionar outros elementos ao aço inox como molibdênio, selênio, nióbio, silício, titânio, nitrogênio, cobre, níquel e alumínio.

Sucata de Cobre

Uma das mais lucrativas para as empresas, a sucata de cobre é de alta condutibilidade elétrica e térmica. É usada principalmente na transmissão elétrica e de telefonia, e grande parte vêm de fios de computadores e telefones. Mais abaixo veremos como as empresas estão lucrando com esse tipo de sucata.

Sucata de metal

Também conhecida como sucata de letão, é todo o material cujos principais elementos são zinco e cobre. Normalmente, o zinco aparece em uma menor proporção.

Por ser bastante maleável e resistente, o material é considerado fácil de ser trabalhado. É usado na fabricação de arames, parafusos e alfinetes.

Sucata de ferro cavado

É um tipo de sucata feita com material composto por alto carbono, normalmente gerada por um processo realizado na fabricação de ferro fundido.

Essa sucata é gerada, principalmente, pelas indústrias automobilísticas que usam ferros com baixo teor de óleo e isento de impurezas.

Agora que você sabe como funciona o mercado de sucatas, que tal conferir outras postagens no nosso blog? Clique aqui e acesse.

Plataformas elevatórias: Tudo o que você precisa saber
Plataformas elevatórias: Tudo o que você precisa saber
Checklist para utilização de plataformas elevatórias
Checklist para utilização de plataformas elevatórias

Posts Similares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.