fazer baliza

Fazer baliza: aprenda em um passo a passo escrito e com vídeo para nunca mais errar

Fazer baliza é um dos maiores pesadelos de quem está tirando a habilitação, mas também pode ser uma das maiores dificuldades de pessoas que já dirigem há mais tempo.

Afinal, saber manobrar o carro da forma correta para estacionar é algo que requer um pouco de prática e conhecimento.

A baliza nada mais é do que a manobra que você faz com o veículo para estacioná-lo paralelo ao meio fio.

Para passar na prova da habilitação e ser aprovado para receber sua carteira de motorista, é necessário realizar a prova da baliza sem deixar o veículo “morrer” e sem derrubar os cones, que no caso representam dois veículos que poderiam estar estacionados na rua.

Para lhe auxiliar a fazer a baliza da forma correta e não se apavorar na hora de tirar sua carta, separamos um post com passo a passo completo, dicas e mais uma aula em vídeo. Confira!

Como fazer baliza passo a passo

Passo 1

O primeiro passo para fazer a baliza é encontrar a vaga que deseja estacionar e desacelerar, colocando na segunda marcha.

para fazer uma baliza perfeita, o primeiro passo é analisar se seu carro cabe na vaga
para fazer uma baliza perfeita, o primeiro passo é analisar se seu carro cabe na vaga

Próximo da vaga, reduza para a primeira marcha e veja se o seu veículo caberá naquele espaço disponível para estacionar.

Um dos erros mais comuns da baliza é tentar estacionar um carro grande em uma vaga pequena demais.

Passo 2

Assim que tiver certeza que o carro cabe naquela vaga, dê seta para o lado em que você deseja manobrar, avisando as pessoas que estão vindo atrás que você vai estacionar ali.

Esse passo é essencial para evitar acidentes de trânsito, já que dependendo do tipo de rua que você estiver, é importante que os veículos de trás esperem a manobra antes de seguir em frente.

Passo 3

Feito isso, leve o carro para frente bem devagar, e caso tenha outro veículo entre as vagas você deverá fazer com que a parte de trás do seu carro fique alinhado com a traseira do carro que está estacionado na frente. 

Passo 4

Engate a marcha ré e olhe para todas as direções incluindo os retrovisores para ter certeza de que pode começar a entrar na vaga sem esbarrar em nenhum outro veículo ou pessoa. Fique sempre atento com os pedestres que podem estar passando atrás do carro.

Passo 5

Vire o volante para o lado da calçada e comece a entrar lentamente na vaga, ainda em ré.

Embora muitas pessoas olhem apenas para o retrovisor para verificar se a roda vai encostar no meio fio, é importante que você também olhe para frente para evitar acidentes de trânsito, já que seu carro ficará com a frente quase toda no meio da rua.

Passo 6

De ré até que você consiga ver, pelo seu retrovisor que fica do lado da vaga que você deseja estacionar, o farol do carro de trás que estiver ao lado da calçada, ainda sem virar o volante, lembrando-se de ficar atento tanto com a parte de trás do seu carro, como a da frente.

Passo 7

A partir daqui, esterce o volante para o lado oposto enquanto ainda continua entrando na vaga.

O ideal é que nessa etapa você seja capaz de entrar na vaga e ficar no limite próximo ao carro de trás, mas ainda sem bater.

Passo 8

Pare de dar ré assim que seu carro estiver próximo ao carro de trás, e neste ponto, a roda do seu carro que fica do lado da calçada deve estar próxima ao meio fio.

Passo 9

Dê pelo menos duas voltas no volante para que a roda se endireite e movimente seu carro para frente bem devagar.

Caso você note que a roda da frente está mais longe da calçada do que a roda de trás, rode o volante mais uma vez para o lado da calçada e continue jogando o carro para frente até que elas estejam alinhadas.

Passo 10

Por fim, pare o veículo próximo ao carro da frente, e nunca ao carro de trás, assim que ele estiver alinhado e próximo à calçada.

Alinhar o carro corretamente é importante porque, caso você deixe o veículo estacionado longe demais da calçada, outros carros podem passar por ali e acabar esbarrando na lataria ou até danificando o retrovisor, já que ele estará invadindo o espaço de quem está dirigindo pela rua.

Além disso, deixar o carro mais de 50 cm longe do meio fio é considerado uma infração de trânsito.

Veja no video abaixo o passo a passo completo:

Veja sempre se a vaga é para você

Atualmente é muito comum encontrarmos pessoas estacionando em vagas exclusivas e prioritárias. E apesar de ser algo comum, não significa que seja algo legal.

De acordo com o artigo 181 do CTB – Código de Trânsito Brasileiro, estacionar o seu carro em vagas reservadas para idosos ou deficientes é considerado uma infração gravíssima.

Como resultado, você pode receber 7 pontos na carteira de habilitação e uma multa de quase R$ 300, além de poder ter seu veículo removido.

Treine muito

Assim como quase tudo na vida, quanto mais você praticar a baliza, melhor você será. Uma dica é fazer a baliza várias vezes na rua de casa com dois cones, semelhante à prova da habilitação.

Essa prática faz com que você se sinta mais seguro, já que ficar nervoso na hora de estacionar pode prejudicar seu desempenho, e muitas vezes faz com que você nem consiga realizar a manobra mesmo sabendo como se faz.

Viu como fazer baliza não é uma coisa tão complicada assim? Use nossas dicas e nosso passo a passo para treinar a manobra, e não se esqueça de ficar atento aos retrovisores para evitar acidentes quando for estacionar especialmente em ruas movimentadas.

Embora a baliza possa ser feita em qualquer veículo, algumas pessoas acham que a manobra fica ainda mais fácil em carros com volantes hidráulicos.

Pensando em trocar de carro ou comprar um novo? As melhores opções do mercado são os veículos de leilão. No marketplace Superbid você confere todas as ofertas disponíveis nos lotes em aberto, confira!

Para saber mais dicas sobre leilões e veículos em geral, confira o Blog Superbid. Disponibilizamos artigos dos mais diversos assuntos, ajudando você a sanar qualquer tipo de dúvida. Clique aqui para saber mais!

Meio ambiente – Bota pra Circular
Meio ambiente – Bota pra Circular
Teste Psicotécnico: tudo o que você precisa saber
Teste Psicotécnico: tudo o que você precisa saber

Posts Similares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.