Você sabia que o nosso país está em quarto lugar no ranking dos maiores produtores de lixo do mundo? Sendo assim, é totalmente cabível existir uma sobre como funciona um aterro sanitário no Brasil.

Especialmente porque, mesmo com o consumo desenfreado e com a falta de consciência, o brasileiro produz muito lixo. E não é nem necessário mencionar que, em muitos casos, esses resíduos não encontram seu “destino correto”: uma lata de lixo.

lata de lixo

E seguindo o fluxo natural das coisas, uma vez que a lata de lixo seja recolhida pelos garis, o lixo é transportado chegando aos aterros sanitários, para, enfim, ser devidamente tratado ou transformado. Infelizmente, isso não é sempre possível. Isso porque em vários lugares do Brasil há o descarte de resíduos em lixões, que por sua vez depositam os resíduos no solo ou nos lençóis freáticos — impulsionando ainda mais o nosso problema com a poluição.

Sendo assim, é muito importante entender o que acontece em um aterro sanitário e a sua importância para a sociedade. Para saber mais, basta continuar a leitura!

Como funciona um aterro sanitário?

imagem de um aterro sanitário em curitiba
A função primordial de um aterro sanitário é a de isolar os resíduos sólidos despejados de qualquer contato com o universo exterior ou vida humana. Isso tudo para garantir a decomposição da matéria orgânica de forma adequada, assim, evitando impactos severos ao meio ambiente e a disseminação de doenças.

O aterro sanitário é uma obra desenhada única e exclusivamente com o intuito de fazer o tratamento e a decomposição final de resíduos da maneira mais “saudável” possível. Isto é, de forma mais correta em termos ambientais. Desta forma, eles são menos nocivos ao meio ambiente do que os lixões, por exemplo. 

Isto porque eles são projetados e pensados para evitar a contaminação do solo, do ar e da água. Os subprodutos do lixo, como os gases tóxicos e o chorume, acabam retidos no espaço e são totalmente impedidos de entrar em contato com a natureza. No entanto, a sua construção ocorre fora dos centros urbanos, para, mesmo assim, evitar o contato com casas, escritórios e outros espaços com grande circulação de pessoas.

imagem do Indonesian island of Bali
 Indonesian Island of Bali: localizado em Bali e com mais de 30 hectares, o espaço é conhecido como um dos maiores aterros sanitários do mundo.

Outro motivo pelo qual os aterros são localizados longe dos centros urbanos é para evitar transtornos à população, evitando o desgaste com o cheiro forte e o contato de áreas verdes. 

Como funciona um aterro sanitário em etapas

Vamos explicar o funcionamento em ordem de etapas e considerando a organização do espaço do aterro sanitário. Para facilitar a visualização, vamos utilizar o infográfico produzido pelo Portal Resíduos Sólidos.

infográfico com o corte da seção de um aterro sanitário
Corte da seção de um aterro sanitário. Créditos: Portal Resíduos Sólidos.

Organização do espaço:

1. A base do aterro sanitário é formado por um sistema que é responsável por drenar o chorume dos resíduos que depositados.

2. Esta mesma base deve estar em cima de uma camada impermeável de polietileno de alta densidade (PEAD). O PEAD é utilizado por ser impermeável, imune às corrosões químicas, com vida superior a 50 anos, atóxico e com grande resistência química. A camada, por sua vez, deve estar em cima de outra camada de solo compactado para impedir que o conteúdo acabe vazando para o solo, evitando a contaminação dos lençóis freáticos.

Veja esta matéria do Jornal Nacional que fala sobre uma tecnologia capaz de transformar o chorume em água limpa:

3. O interior do aterro também possui um sistema de drenagem de gases capaz de coletar biogás até a atmosfera, basicamente transformando-o em energia. 

4. Os resíduos são novamente cobertos por camadas de argila e também é formado por um sistema de drenagem de água que protegem o espaço das águas da chuva.

Etapas do despejo:

1. O caminhão com os resíduos deve depositar os materiais ao pé da rampa para depositá-los nos espaços delimitados para o “derrame”.

2. O espalhamento das pilhas dos resíduos acontecem em camadas mais baixas do aterro sanitário.

3. Em seguida, uma vez que o espalhamento tenha acontecido, a compactuação com a passagem do trator de esteira sobre o resíduo por volta de 3 a 5 vezes.

estrutura de um aterro sanitário
Os aterros sanitários correspondem, atualmente, a forma mais viável e responsável de destinar correta e ambientalmente os resíduos sólidos. Cerca de 41% dos 5570 municípios do Brasil contam com a estrutura e, assim, encaminham seus resíduos aos espaços. Mas, segundo os especialistas do segmento, é um mercado amplo e bastante promissor para engenheiros e outros profissionais da área.

4. Na operação, os resíduos devem formar rampas com determinada inclinação (1:3 — 1 na vertical para 3 na vertical). O material é encoberto por terra nos intervalos e no seu encerramento. O equipamento do aterro precisa estar permanentemente à disposição do aterro.

Outras informações importantes sobre o funcionamento de um aterro:

O aterro sanitário é uma área licenciada por órgãos ambientais destinadas a receber os resíduos sólidos de forma planejada. A NBR 13896/1997, da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), ajuda a fixar todas as condições que são exigidas para que um espaço exerça a operação de um aterro não perigoso.

imagem de um lixão
Os aterros seguem uma estrutura e organização pensada no meio-ambiente, algo que um lixão (imagem) é incapaz de fazer. Créditos: Foto de Tom Fisk no Pexels

Além disso, é essencial que:

  • Todo o espaço de um aterro sanitário deve ser monitorado; 
  • O limite do aterro também deve ser cercado, para impedir que animais ou estranho adentrem;
  • Um prédio administrativo precisa estar presente próximo ao aterro — ou no mesmo espaço — para resolver problemas imediatos; 
  • O aterro sanitário precisa possuir uma balança para controlar a quantidade de resíduos que estão entrando, da mesma forma como os que estão saindo; 
  • O aterro sanitário também deve ter uma distância de aproximadamente 200 metros de qualquer curso d’água;
  • Uma oficina para ajustar os equipamentos e uma guarita são outros elementos essenciais para o espaço. 

E é assim que um aterro sanitário funciona. Agora que você já compreendeu como o processo de despejo de resíduos em um espaço planejado e controlado é feito, acesse o nosso blog e confira outras postagens.

Caminhões Compactadores de Lixo com ótimos preços

Na Superbid você encontra leilões de Caminhões Compactadores de Lixo de forma recorrente.

Os leilões são oportunidades únicas para encontrar o equipamento que você procura por um preço competivio, confira se temos ofertas no momento!

Leilão Online é na Superbid

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça seu comentário
Por favor entre com seu nome aqui