Matéria publicada pela Motor1 sobre a Volkswagen SpaceFox deixar de ser produzida e tem linha de montagem leiloada pela Superbid.

Fim da perua abre espaço para produção do Tarek, SUV médio da marca prometido para 2020

A Volkswagen não diz nada oficialmente, mas está cada vez mais claro que a SpaceFox vai deixar de ser produzida. Primeiro, alguns operários da fábrica de Pacheco (Argentina) fizeram uma despedida, dizendo que haviam feito a última unidade da perua – e a marca desmentiu pouco depois, dizendo que ainda iria produzir o carro em 2019. Agora, o site Narvaez Superbid publicou o leilão dos equipamentos da linha de montagem da SpaceFox, que será encerrado no dia 22 de janeiro.

O Narvaez Superbid está com dois leilões da Volkswagen Argentina, ambos para linha de montagem da SpaceFox (conhecida por lá como Suran). O primeiro lote é para as máquinas de montagem da carroceria da perua, por 400.000 pesos argentinos (aproximadamente R$ 41,3 mil), enquanto o segundo lote é para a montagem do motor e da transmissão, por 200.000 pesos (R$ 20,6 mil).

Volkswagen SpaceFox - Leilão da linha de montagem

Enquanto isso, a Volkswagen SpaceFox continua no publicador no site da marca, para vender as unidades remanescentes. A perua é vendida no Brasil apenas na versão Trendline, com motor 1.6 de 104 cv e 15,6 kgfm e pode ser equipada com o câmbio manual de 5 marchas ou o automatizado I-Motion, também de 5 posições. Custa R$ 66.190 na versão manual, subindo para R$ 66.985 com a transmissão I-Motion.

Volkswagen SpaceFox - Leilão da linha de montagem

O segmento das peruas está em queda há muito tempo no Brasil, mas a VW SpaceFox ainda liderava. Até novembro de 2018, a station wagon havia emplacado 5.249 unidades, o que lhe dava 62,79% de participação entre as peruas menores. Sua principal rival é a Fiat Weekend, que somou 3.103 unidades no mesmo período.

Produzida desde 2006, a SpaceFox deixa de ser feita para abrir espaço na fábrica argentina. A Volkswagen irá atualizar a linha de produção em Pacheco para que ela seja capaz de produzir modelos com a plataforma MQB. A base será usada no Tarek, SUV médio abaixo do Tiguan que foi prometido para 2020, brigando diretamente com o Jeep Compass. Enquanto isso, o único modelo que seguirá em produção no complexo é a picape Amarok.

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça seu comentário
Por favor entre com seu nome aqui